Auto da Independência para crianças abre programação especial pelo bicentenário

Auto da Independência para crianças abre programação especial pelo bicentenário

A Prefeitura e a Fundação Cultural de Curitiba promovem a partir desta terça-feira (30/8) uma extensa programação em comemoração aos 200 anos da Independência do Brasil. O prefeito Rafael Greca estará na estreia do Auto da Independência, que ocorre às 10h30, na Rua da Cidadania do Pinheirinho, e às 15h30, na Rua da Cidadania do Tatuquara.

“Nestes 200 anos da pátria brasileira estamos fazendo o maior programa didático de arte educação, compreendendo música, iconografia, leitura e teatro, reforçando o nosso compromisso de fazer de Curitiba uma cidade educadora, que valoriza a memória e o conhecimento”, destaca Greca.

O Auto da Independência é um produção dirigida às crianças, tem cenários, figurinos e trilha sonora especial. Produzida pela Fundação Cultural de Curitiba, a encenação retrata os principais momentos que levaram à separação entre Brasil e Portugal no dia 7 de setembro de 1822, destacando o papel da princesa Leopoldina no processo da independência.

Naquele ano, era forte a pressão das cortes portuguesas para que o príncipe regente, D. Pedro, retornasse à Europa com a sua família. Enquanto isso, internamente, cresciam os movimentos separatistas, descontentes com a possibilidade do Brasil, que havia conquistado a condição de Reino Unido a Portugal e Algarves, retornar à sua condição de colônia.

A carta

“A peça destaca o momento em que Dona Leopoldina, aconselhada por José Bonifácio, escreve uma carta a D. Pedro em favor da causa brasileira, o que convence o príncipe regente a permanecer no Brasil”, conta o diretor Edson Bueno.

Cinco atores estarão em cena com figurinos de época – D. Leopoldina, D. Pedro e José Bonifácio. No enredo, a história é contada por uma professora para o seu aluno, o Curitibinha. O cenário tem ao fundo, em grandes dimensões, o famoso quadro de Pedro Américo que retrata a cena do grito da independência às margens do riacho do Ipiranga.

O ponto alto da encenação é a entrada de D. Pedro I a cavalo, dando o grito “Independência ou Morte”. Em seguida, D. Pedro I e a imperatriz Leopoldina cantam o Hino da Independência.

As apresentações das regionais acontecem nesta semana e vão até o dia 6 de setembro. O auto será apresentado também no Memorial de Curitiba e no Teatro da Vila, sempre com entrada gratuita.

Datas e os locais das apresentações

Dia 30, às 10h30 – Rua da Cidadania do Pinheirinho (Av. Winston Churchill, 2.033 – Capão Raso)

Dia 30, às 15h30 – Rua da Cidadania do Tatuquara (R. Olivardo Konoroski Bueno, s/n – Tatuquara)

Dia 31, às 10h30 – Rua da Cidadania do Boa Vista (Av. Paraná, 3.600 – Bacacheri)

Dia 1º/9, às 10h30 – Rua da Cidadania do Boqueirão (Av. Marechal Floriano Peixoto, 8.430 – Hauer)

Dia 1º/9, às 15h30 – Memorial de Curitiba (R. Claudino dos Santos, 79 – São Francisco)

Dia 2, às 10h30 – Rua da Cidadania da Fazendinha/Portão (R. Carlos Klemtz, s/nº – Fazendinha)

Dia 2, às 15h30 – Rua da Cidadania de Santa Felicidade (R. Santa Bertilla Boscardin, 213 – Santa Felicidade)

Dia 3, às 16h – Teatro da Vila (R. Davi Xavier da Silva, 451)

Dia 4, às 12h – Memorial de Curitiba (R. Claudino dos Santos, 79 – São Francisco)

Dia 5, às 11h – Parque dos Tropeiros – (R. Maria Lúcia Locher de Athayde – CIC)

Dia 5, às 15h – Rua da Cidadania do Cajuru (Av. Prefeito Maurício Fruet, 2.150 – Cajuru)

Dia 6, às 15h – Rua da Cidadania do Bairro Novo (R. Tijucas do Sul, 1.700 – Sítio Cercado)

Dia 11, às 12h – Memorial de Curitiba (R. Claudino dos Santos, 79 – São Francisco)

Fonte: Prefeitura de Curitiba