Cartão Curitiba+ fica ainda mais atraente com novo valor pré-pago de R$ 180

Cartão Curitiba+ fica ainda mais atraente com novo valor pré-pago de R$ 180

A Urbanização de Curitiba (Urbs) reduziu em 25% o valor pré-pago do Curitiba+, nova modalidade de cartão-transporte para utilização fora do horário de pico, lançado há 30 dias. O valor pré-pago atual, de R$ 240, passa a ser de R$ 180 a partir desta quinta-feira (14/12), ampliando o benefício e a economia gerada para os passageiros. 

Com apenas duas utilizações ao dia por mês do Curitiba+, o usuário já terá uma economia de 25% em relação ao cartão-transporte tradicional. No cartão comum, o custo para duas utilizações por dia ao longo de 20 dias (40 no total) é de R$ 240. No Curitiba+, o gasto é de R$ 180. Nesta conta, o preço equivalente por utilização com o Curitiba+ sai por R$ 4,50 contra R$ 6 da tarifa normal.

“Com a redução do pré-pago, cujo valor de referência passou de 40 utilizações no mês (R$ 240) para 30 utilizações (R$ 180), o passageiro terá uma economia ainda maior para utilização do Curitiba+. Nossa estimativa é que o novo valor será financeiramente compensatório para cerca de 25 mil pessoas”, diz o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto. 

O Curitiba+ tem uso ilimitado e exclusivo das 8h30 às 16h59 e das 20h às 3h59 nos dias úteis; após 8h30 aos sábados; e de uso livre aos domingos e feriados.  Quanto mais utilizações, mais barato fica em relação ao cartão tradicional. 

“Tivemos, neste primeiro mês, mais de 2 mil utilizações do Curitiba+, volume que vem crescendo significativamente a cada dia. O objetivo é  que mais pessoas utilizem o transporte coletivo fora dos horários de pico, desafogando o sistema e trazendo mais conforto para o usuário”, acrescenta Maia Neto.

No período entre picos, a circulação de pessoas chega a cair 60% nos ônibus. Atualmente, dos 513 mil passageiros pagantes por dia no transporte coletivo, 267 mil se deslocam fora do horário de maior movimento.

Balanço

Durante os primeiros 30 dias, a Urbs fez um mapeamento do perfil de usuário, utilizações e horários mais procurados pelos passageiros que utilizam o Curitiba+.

Os horários de maior utilização foram às 7h30, 16h30 e 19h30, o que evidencia que o cartão vem alcançando o propósito de deslocar passageiros para os períodos de menor movimento. Foram ao todo 2.156 utilizações, com 92 cartões ativos. Dos optantes pela modalidade, 53% têm entre 20 e 39 anos, 24% de 40 a 49 anos, 9% de 50 a 64 anos e 6% de 10 a 19 anos. Do total, 57,46% são do sexo feminino e 42,54% do masculino.

Como funciona

O Curitiba+ é válido em todo o transporte coletivo de Curitiba, com exceção da Linha Turismo. O usuário pode fazer quantas integrações desejar, desembarcar de um ônibus e embarcar em outro ou na estação-tubo ou, ainda, sair do terminal e retornar, sem restrição de acesso durante o período estipulado, desde que respeitado o intervalo de 30 minutos na mesma catraca. O valor de R$ 180 é válido por 30 dias, a contar da data em que foi carregado o cartão.

A confecção do Curitiba+ é gratuita e pode ser feita nas Ruas da Cidadania, por meio de agendamento pelo AgendaOnline. Para fazer o cadastro, é necessário fornecer nome, CPF, comprovante de residência, documento com foto e fazer o aceite das regras do cartão. 

No momento do cadastramento, é feita uma foto do dono do cartão. O Curitiba+ só pode ser feito por pessoa física, é de uso pessoal e intransferível e vai utilizar o reconhecimento facial para evitar fraudes. 

A recarga poderá ser feita pela web, site da Urbs – via boleto bancário e Pix – e também nas Ruas da Cidadania, com pagamento por cartão de crédito e débito. Em breve será possível fazer a recarga em terminais, whatsapp e empresas credenciadas.

Fonte: Prefeitura de Curitiba