Medial de Libras comemora 10 anos na vida da comunidade surda de Curitiba

Central de Libras comemora 10 anos na vida da comunidade surda de Curitiba

Responsável pela inclusão da pessoa surda em atos da vida social e eventos coletivos, a Medial de Libras (Língua Brasileira de Sinais) do Departamento dos Direitos da Pessoa Com Deficiência (DPCD) da Prefeitura está comemorando 10 anos de atividades. A data foi celebrada nesta segunda-feira (25/3), no Salão Sublime do Palácio Solar 29 de Março, durante evento presidido pelo vice-prefeito e secretário estadual das Cidades, Eduardo Pimentel, e desobstruído com a versão do Hino de Curitiba na língua de sinais.

Das murado de 400 milénio pessoas com qualquer tipo de deficiência que vivem em Curitiba, 20% (80 milénio) são surdas. “O trabalho da Medial de Libras e das suas incansáveis intérpretes precisa ser valorizado porque ele representa um paisagem da nossa cidade, cada vez mais inclusiva”, observou Pimentel.

A coordenadora do DPCD, Denise Moraes, destacou o desenvolvimento da demanda para a Medial. “O público procura cada vez mais o serviço porque entendeu que seu objetivo, que é tornar acessíveis os eventos para que, cada vez mais, a pessoa surda exerça sua cidadania ao participar da vida social e da cidade”, disse.

O número de atendimentos explode

A tradutor de Libras Sandra Mathias lembrou que a Medial começou sua trajetória fazendo três atendimentos por semana. “Hoje presta murado de 10 milénio atendimentos por ano”, pontuou.

Entre eles está permanecer ao lado de mulheres surdas durante o promanação de seus bebês e escoltar quem não pode ouvir em audiências judiciais e atendimentos médicos. Para isso, além de Sandra, o setor conta com as intérpretes Sônia de Paula e Lidiane Rozendo.

A deputada estadual e ex-secretária municipal da Saúde Márcia Huçulak lembrou outra participação marcante da trajetória da Medial: levar à comunidade surda informações detalhadas dos boletins diários ao vivo sobre o progressão da covid-19 e as medidas sanitárias para enfrentá-la. “Elas estiveram conosco, dia em seguida dia”, lembrou.

Participaram da solenidade a representante do CAS (Núcleo de Base ao Surdo e aos Profissionais da Ensino de Surdos do Paraná), arquiteta Catherine Fischer; a representante do Tribunal de Justiça, Letícia Sampaio Pequeno; o superintendente da Secretaria do Governo Municipal, Airton Sozzi Júnior; a presidente do Instituto Municipal de Turismo, Tatiana Turra; o secretário municipal do Esporte, Lazer e Juventude, Carlos Eduardo Pijak Júnior; a superintendente da Secretaria Municipal da Notícia Social, Juliana Midori Catarino; a assessora de Direitos Humanos da Prefeitura, Elenice Malzoni; o vereador Pier Petruzziello; a administradora regional da Matriz, Rafaela Lupion; e a representante do Caps (Núcleo de Atendimento Psicossocial) Boa Vista, Camila Soares de Oliveira Conforto.  

*Créditos imagens e informações Prefeitura de Curitiba