Coberturas vacinais sobem 6,7% em Curitiba e podem melhorar

Coberturas vacinais sobem 6,7% em Curitiba e podem melhorar

 

A Prefeitura de Curitiba chamou e os curitibanos atenderam: a população tem aderido às estratégias para ampliar as coberturas vacinais de rotina e os resultados começam a aparecer. Em agosto deste ano, na comparação com julho, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) registrou um aumento de 6,7%, em média, na cobertura vacinal de dez imunizantes recomendados a crianças de até 6 anos de idade.

Entre os imunizantes que tiveram aumento significativo está a Vacina Inativada Poliomielite (VIP), que faz parte do esquema de rotina contra a doença. Em julho, a cobertura vacinal para este imunizante era de 78,6% e em agosto, 88,9%.

A SMS quer ampliar ainda mais essa cobertura e prorrogou até 30 de setembro o período da campanha nacional contra a poliomielite, do Ministério da Saúde.

 

Coberturas vacinais

A cobertura vacinal contra o rotavírus subiu de 84,6%, em julho, para 93,2%, em agosto; no mesmo período, a meningo C subiu de 82,8 para 93,3%; a pentavalente (contra difteria, tétano, coqueluche, meningite e hepatite B) foi de 79,4% para 89,6%; a pneumo 10 subiu de 86,3% para 95,9%; a tríplice viral (VTV, contra sarampo, caxumba e rubéola) foi de 74,4% para 80,1%.

A taxa de cobertura com o imunizante contra a hepatite A subiu de 86,8% para 90,8%; a da febre amarela foi de 68,4% para 73%; e a cobertura vacinal da tetraviral (contra sarampo, caxumba, rubéola e varicela) foi ampliada de 71,5% para 75,4%. A cobertura da BCG seguiu na casa dos 91% (de 91,6% em julho para 91,1% em agosto).

As coberturas vacinais recomendadas para essas doses de rotina das crianças são de 90% para BCG e rotavírus. Para as demais vacinas, o indicado é uma cobertura de 95% do público-alvo. Por isso, é essencial que as famílias confiram as carteiras vacinais dos curitibinhas – que pode ser visualizada pelo Aplicativo Saúde Já Curitiba (site ou smartphone) – e levem as crianças para receberem as doses pendentes.

“Avançamos bastante e queremos melhorar, por isso, seguimos ofertando as vacinas permanentemente em 106 unidades de saúde. Prevenir é o melhor remédio e, em saúde pública, o melhor remédio para prevenir doenças é a vacina”, destaca a secretária municipal da Saúde, Beatriz Battistella.

A vacinação, por décadas, tem se mostrado efetiva na redução e até a erradicação de doenças graves – mas preveníveis. Os esforços para retomar altos percentuais de coberturas vacinais deve ser global para evitar que essas doenças voltem a circular. 

Estratégias


São 106 unidades de saúde de Curitiba que ofertam, permanentemente, as vacinas de rotina para todas as faixas etárias. Os locais e horários de vacinação podem ser conferidos no site Imuniza Já Curitiba.

Entre as ações da prefeitura e da SMS que contribuíram para o aumento nas coberturas vacinais, está a intensificação de estratégias de chamamento da população. Em um período de 70 dias, Curitiba realizou três Dias D de Multivacinação, abrindo unidades de saúde aos sábados. Nesses três dias, foram aplicadas 52,2 mil doses de vacinas.

Além disso, a SMS tem ações permanentes para chamar os públicos que estão com doses em atraso. 

Por semana, as equipes da SMS fazem, em média, 1,9 mil ligações de busca ativa para atualização da carteira vacinal em Curitiba. O Aplicativo Saúde Já Curitiba envia mensagens para lembrar os usuários de doses pendentes: somente em agosto, foram enviadas 380 mil mensagens.

Em um período de 30 dias, Curitiba ofertou duas edições de vacinação com horário estendido no período noturno. Em cada uma das oportunidades, cinco unidades de saúde vacinaram até as 21h durante uma semana. Foram aplicadas 27,5 mil doses vacinas no total, sendo que 1,9 mil no horário das 19h às 21h.

Desde junho, a Prefeitura divulga a campanha “Quem ama, vacina” pelo mobiliário urbano da cidade, reforçando a importância da vacinação

Locais de vacinação

Curitiba oferta todas as vacinas do calendário nacional continuamente em 106 unidades de saúde para todas as faixas etárias (crianças, adolescentes, adultos e idosos). Há também oferta contínua das vacinas contra gripe (para pessoas com 6 meses de idade ou mais) e contra a covid-19 (aos públicos já convocados tanto para o esquema vacinal inicial como doses de reforço).

Confira os locais e horários de vacinação no site Imuniza Já Curitiba.

Consulta vacinas pendentes

Para verificar se há vacinas pendentes, basta acessar o Aplicativo Saúde Já Curitiba (site ou smartphone), clicar na opção “Carteira de Vacinação” e escolher a aba “Pendentes”.

Fonte: Prefeitura de Curitiba