Conselho comemora 30 anos destacando campanhas pela inclusão em Curitiba

Conselho comemora 30 anos destacando campanhas pela inclusão em Curitiba

O Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CMDPCD) está completando 30 anos de criação. Além do evento comemorativo realizado nesta terça-feira (5/12), no Salão Nobre da Prefeitura, com representantes do segmento que ajudaram a construir a história do órgão, a data começa a ser celebrada nas redes sociais com a campanha intitulada “Há 30 anos Construindo Uma Curitiba Para Todos”.

A campanha usa como personagens pessoas com deficiência que vivem na cidade. É o caso da professora surda da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná) Rita de Cássia Maestri e da adolescente Isadora Damásio do Nascimento, que usa próteses nas pernas e faz natação no Clube da Gente Santa Felicidade por meio do projeto do nadador paralímpico Daniel Dias.

Sonho comum

“É para elas, assim como para todas as outras pessoas com deficiência, que o Conselho e a Prefeitura trabalham. É para que todos tenham direito a uma cidade cada vez mais acessível e inclusiva que eu também sonho, como vocês”, disse o vice-prefeito e secretário estadual das Cidades, Eduardo Pimentel, que presidiu a solenidade.

Cerca de 10% da população têm algum tipo de deficiência, de acordo com levantamentos do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Pimentel e o prefeito Rafael Greca, que estava no primeiro ano de sua primeira gestão quando o Conselho foi criado, receberam homenagens especiais. “Greca representa o início dessa caminhada, enquanto você é a renovação do compromisso da cidade com os cidadãos e que o Conselho acompanha com atenção”, observou a presidente do órgão e diretora do Departamento dos Direitos da Pessoa Com Deficiência (DPCD), Denise Moraes.

Parceiros de trajetória

No evento também foram homenageados ex-dirigentes do órgão como a ex-presidente do CMDPCD, Mirela Prosdócimo, e o atual vice-presidente, Júnior Ongaro. Os ex-presidentes já falecidos Mauro Nardini e Fábio Marcassa também foram lembrados.

A trajetória das três décadas de atividades do Conselho foi resumida em um painel ilustrado, que será levado da Prefeitura para a sede do DPCD, no bairro Cristo Rei. Entre as realizações registradas estão as campanhas contra o capacitismo e o uso indevido de vagas preferenciais para veículos de pessoas com as diversas modalidades de deficiência. “São vitórias do dia a dia, que fazem uma diferença enorme na vida de quem tem algum tipo de deficiência”, afirmou Denise.

Também participaram do evento o secretário municipal de Esporte, Lazer e Juventude, Carlos Eduardo Pijak Júnior, a representante da FAS (Fundação de Ação Social), Roberta Borges; o presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Felipe Braga Cortes; a procuradora de justiça Rosana Bevervanço; e o vereador Pier Petruzziello.

Fonte: Prefeitura de Curitiba