Contação de história ajuda resgatar memórias de idosos

Contação de história ajuda resgatar memórias de idosos


O público da terceira idade da Regional Fazendinha/Portão está convidado a resgatar memórias adormecidas de suas vidas com uma turma de contadoras de histórias. É o projeto Reconectar Memórias, que já está no quarto e último encontro na regional.

A ação é gratuita e acontece neste sábado (23/7), das 9h às 11h, no Auditório 2 da Rua da Cidadania.

A ação é realizada com apoio da Lei de Incentivo à Cultura, da Fundação Cultural de Curitiba (FCC) e Prefeitura e tem o objetivo de reforçar a importância das vivências de cada um, que acabam sendo parte integrante de um todo, formam a sociedade e a cultura. 

 

Impacto da pandemia

De acordo com Cristiane Giamberardino Rochavetz Rosa, o projeto Reconectar Memórias nasceu durante a pandemia, que causou grande impacto na sociedade, especialmente na terceira idade.

“Observamos que os idosos estavam perdendo parte de suas memórias e ao mesmo tempo se sentiam menos produtivos e importantes para a sociedade e até mesmo para as famílias, chegando a apresentar quadros de depressão”, avaliou Cristiane, que é pós-graduada em Contação de História e Literatura Infantil.

O grupo é formado por oito contadoras de histórias. O objetivo é fazer com que as pessoas se reconectem com lembranças da primeira infância, os primeiros namoros da adolescência e fatos marcantes da vida. 

Colcha de retalhos

Os participantes também ouvem histórias narradas no livro Colcha de Retalhos e são estimulados a fazer uma ligação com suas lembranças.

“A ideia é mostrar como uma história está ligada a outra. Os participantes vão retratar sua impressão artisticamente em um retalho de tecido. Cada regional vai ter a sua colcha de retalhos e no final do projeto, em dezembro, vamos ter uma colcha bem grande das seis regionais que integram o projeto”, explicou Cristiane.

Próximos encontros

Além da Regional Fazendinha/Portão, integram também o projeto outras cinco administrações regionais. O Reconectar já aconteceu nas regionais Cajuru e está finalizando na Fazendinha/Portão.

Em agosto, o Reconectar Memórias vai acontecer nas regionais Santa Felicidade (6, 13, 20 e 27/8), Pinheirinho (dias 3, 10, 17, 24/9), Boqueirão (dias 1, 8, 15, 22/10) e Boa Vista (3, 10, 17 e 24/11).

Para Cristiane, é muito importante fazer este resgate com os familiares mais velhos, já que os idosos, defende, são um grande manancial de vivência e representam a raiz das suas famílias.

“Nós somos feitos das histórias que vivemos e somos o que somos graças ao repertório de vivências, sendo elas felizes ou não. É isto que nos traz experiência e que precisa ser compartilhado para fortalecimento da valorização pessoal e também alicerce para as futuras gerações”, finalizou.

Integram também o projeto as contadoras de histórias Valéria Mundim e Prado, Adriana Ávila, Carla Martins, Kátia Nascimento, Liliani Rosa, Luciana Oliveira e Luciana Tavares.

Serviço: Projeto Reconectar Memórias

Regional Fazendinha/Portão

Rua Carlos Klemtz, 1.700 – Fazendinha

Data: 23/7

Hora: das 9h às 11h

Regional Santa Felicidade 

Rua Santa Bertilla Boscardin, 213 – Santa Felicidade

Data: 6, 13, 20 e 27/8

Hora: das 9h às 11h

Regional Pinheirinho

Avenida Winston Churchill, 2.033 – Capão Raso

Data: 3, 10, 17, 24/9

Hora: das 9h às 11h

Regional Boqueirão

Avenida Mal. Floriano Peixoto, 8.430 – Boqueirão 

Data: 1, 8, 15, 22/10

Hora: das 9h às 11h

Regional Boa Vista

Avenida Paraná, 3.600 – Boa Vista 

Data: 3, 10, 17 e 24/11

Hora: das 9h às 11h

 

Fonte: Prefeitura de Curitiba