Crianças de Curitiba aprendem na prática a cuidar dos rios em ação de educação ambiental no Xaxim

Crianças de Curitiba aprendem na prática a cuidar dos rios em ação de educação ambiental no Xaxim

O córrego Tapajós, que integra a bacia do Rio Belém, recebeu na manhã desta quarta-feira (22/11) uma ação de limpeza das margens e de educação ambiental. A atividade foi feita no trecho atrás do Bosque Reinhard Maack, no Xaxim. Como parte das ações da Prefeitura de Curitiba para comemorar o Dia do Rio, celebrado na sexta-feira (24/11), 26 estudantes, de 9 e 10 anos, da Guarda Municipal Mirim da Escola Municipal Professor Guilherme Butler, fizeram o plantio de dez mudas de árvores frutíferas nativas ao lado do córrego.

A equipe de fiscalização do Departamento de Recursos Hídricos e Saneamento, da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, também fez uma ação de coleta de resíduos nas margens do córrego Tapajós. O plantio das árvores, que também colaborou com a meta das 100 mil Árvores da Prefeitura, foi feito na Praça Amazires Bley Davet.

As atividades desta quarta-feira (22/11) também fazem parte do programa Cadastro Verde, para incentivar a população de Curitiba a fazer ações sustentáveis que colaborem para a preservação dos rios e divulguem essas iniciativas nas redes sociais da Prefeitura com as hashtags #AmigodosRios, #ChallengeDay e #VivaosRios.

O desafio do Challenge Day já está acontecendo no Instagram da Prefeitura e os moradores de Curitiba podem divulgar suas ações com fotos ou vídeos. “Aproveitamos a semana em que comemoramos o Dia do Rio para promover essa ação de educação ambiental com as crianças, para chamar a atenção para os cuidados com o rio e criar essa conscientização ambiental neles”, afirmou o diretor de Recursos Hídricos e Saneamento, Antonio Carlos Gerardi.

Mexer na terra

O plantio das árvores nativas frutíferas fez sucesso com as crianças da Guarda Mirim da Escola Municipal Professor Guilherme Butler. Helloa Sophia Schinemann, de 10 anos, ajudou a plantar uma pitangueira. Também foram plantadas mudas de araçá, jabuticaba, gabiroba e ariticum. Todas foram produzidas no Horto do Barreirinha e tiveram a orientação e auxílio dos funcionários do horto para o plantio.

“É uma delícia mexer na terra. A gente precisa cuidar do rio, porque poluir e jogar lixo, quando chover pode acontecer enchentes onde a gente mora”, disse Helloa. O colega dela, Guilherme Henrique Costa de Assis, 10, também gostou de participar da ação.

“Foi muito legal ajudar a natureza. É muito bom mexer na terra e cuidar do meio ambiente”, afirmou Assis. Ao final da ação, todas as crianças ganharam gibis do Curitibinha sobre o Amigo dos Rios, programa da Prefeitura que constantemente monitora os rios e córregos da cidade.

Limpeza

A equipe de fiscalização do Departamento de Recursos Hídricos e Saneamento também fez a limpeza das margens do córrego Tapajós. Havia sacos de resíduos residenciais que foram descartados irregularmente próximo à água do córrego. 

“A Prefeitura de Curitiba faz a coleta dos resíduos em 100% das ruas da cidade. Não faz sentido alguém vir até a beira do rio descartar esse material. Isso é um crime ambiental”, definiu o diretor de Recursos Hídricos e Saneamento, Antonio Carlos Gerardi.

Amigo dos Rios

O programa Amigo dos Rios da Secretaria Municipal do Meio Ambiente está constantemente monitorando os rios e córregos da cidade, realizando limpezas para remover não apenas materiais vegetais, mas também itens descartados indevidamente pela população, como sofás, fogões e colchões.

Implantado em 2019, o Amigo dos Rios visa à melhoria e recuperação dos rios da cidade, com uma série de ações voltadas para a regularização das ligações de esgoto, fiscalização, limpeza de rios, obras e Educação Ambiental. 

É um trabalho amplo e integrado, que envolve também a comunidade com a formação de grupos de apoio local, como prioridade para o Rio Belém (e suas microbacias), que nasce e termina dentro da cidade. 

O Amigo dos Rios também trabalha nas outras bacias da cidade nos rios Passaúna, Barigui, Atuba, Iguaçu e Ribeirão dos Padilha.

Curitiba Contra as Cheias

Além dos trabalhos feitos pela Amigo dos Rios, o Departamento de Pontes e Drenagem da Secretaria Municipal de Obras Públicas faz intervenções diárias nos rios e canais. São quase 390 mil metros de cursos d’água limpos e desassoreados desde 2017.

Fonte: Prefeitura de Curitiba