Curitiba é finalista em prêmio de comunidade mais inteligente do mundo

Curitiba é finalista em prêmio de comunidade mais inteligente do mundo

 

Todos os anos, o Intelligent Community Forum (ICF), do Canadá, concede a uma cidade o título de Comunidade Mais Inteligente do Mundo. Pelo segundo ano consecutivo, Curitiba é uma das sete finalistas do prêmio, desta vez ao lado de Binh Duong Smart City (Vietnã), Durham (Canadá), Fredericton (Canadá), Nova Taipei (Taiwan), Prospect (Austrália) e Sunshine Coast (Austrália).

O prêmio Intelligent Community Forum (ICF) 2022, reconhece a cidade como um todo, a comunidade trabalhando integrada e em sinergia para tornar a cidade inteligente. 

Para concorrer, a Prefeitura de Curitiba apresentou em um documentário projetos e ações que colocam a cidade em destaque como comunidade inteligente global. Nesta nova etapa, a avaliação das cidades finalistas é feita de forma virtual. 

Na tarde desta quarta-feira (31/8) o prefeito Rafael Greca deu as boas-vindas à comitiva na abertura da visita virtual, realizada em reunião on-line, que também contou com a participação do vice-prefeito, Eduardo Pimentel, da presidente da Agência Curitiba, Cris Alessi, e do assessor-chefe de Relações Internacionais, Rodolpho Zannin Freijó.

Por parte do ICF participaram o cofundador e diretor de Pesquisas, Robert Bell, e o diretor de Operações, Matt Owen.

“Estou feliz por Curitiba figurar pela quarta vez no ranking Smart21 das comunidades mais inteligentes do mundo e passar para o seleto grupo das sete comunidades finalistas, pela segunda vez, me encheu de orgulho. Somos uma Prefeitura que trabalha a muitas mãos e onde a inovação é um processo social”, iniciou Greca.

O ICF é uma organização sem fins lucrativos para pesquisa de políticas de comunidades inteligentes, focadas na criação de empregos e desenvolvimento econômico sustentável. 

O resultado da premiação será divulgado no Seminário do ICF, nos dias 26 e 27 de outubro, em Dublin (Ohio/EUA).

Eixos 

A cidade está sendo avaliada em seis eixos: conexão, sustentabilidade, trabalho, inovação, inclusão e engajamento. Durante o encontro, Greca salientou a diversidade cultural e citou os povos que formaram a cidade. “Curitiba respira diversidade em suas praças, em suas ruas, até no clima que mistura o inverno e o verão muitas vezes em um único dia”, comentou.

O prefeito abordou ainda que, para além de uma comunidade inteligente, Curitiba é resiliente, sustentável, tecnológica, humana. Falou sobre a missão de fazer da inovação um processo social, impactando positivamente a vida das pessoas, diminuindo as distâncias provocadas pela tecnologia. Governando com as pessoas, e não somente para as pessoas.

Greca salientou, em tópicos, o orgulho dos curitibanos nos diversos programas e ações da Prefeitura de Curitiba:

– Orgulho de estar em uma cidade que garante segurança alimentar para sua população. Temos cinco restaurantes populares com refeições a R$ 3,00, e 35 armazéns da família com venda de alimentos 30% mais baratos para população mais carente, criamos o programa Mesa Solidária para dar alimentação digna às pessoas em situação de rua e mantemos 116 hortas urbanas espalhadas por todos os bairros.

– Temos um transporte público em constante modernização, agora como nosso projeto de ônibus elétrico e estações autossustentáveis, integrado a outros modais de transporte. Com mobilidade ativa para pedestres – com a revitalização de 100 km de calcadas acessíveis.

– Não perdemos nenhum aluno para a pandemia. Nossa evasão escolar foi 0 na nossa cidade educadora

– Orgulho de ser a 2ª melhor cidade do Brasil para se empreender e abrir negócios. Em apenas 11 horas um empreendedor abre sua empresa. E estamos no topo do ranking na geração de novos empregos. 

– Temos orgulho de estar no topo do ranking das cidades brasileiras com a melhor situação fiscal. 

“No mesmo ano em que o Brasil completa 200 anos de independência, nós proclamamos em nossa Curitiba a inteligência como arma para nosso futuro cada vez mais próspero”, comemorou Greca.

Após a apresentação do prefeito, Robert Bell parabenizou a cidade e quis saber o segredo para ela estar sempre à frente de seus desafios. Greca então finalizou dizendo que esse é o resultado de um trabalho que começou há mais de 50 anos com um forte planejamento urbano. “Projetamos a história para nos projetarmos para o futuro”, concluiu.

A avaliação de Curitiba continua nesta quinta-feira (1/9), com representantes da iniciativa pública e privada expondo suas ações nesse processo transformador de impactar as comunidades de forma positiva e melhorar a qualidade de vida de todos.

Fonte: Prefeitura de Curitiba