Curitiba ganha prêmio nacional em congresso de Secretarias Municipais da Saúde

Curitiba ganha prêmio nacional em congresso de Secretarias Municipais da Saúde

Com uma proposta de intensificação no tratamento da diabetes nas Unidades de Saúde para pessoas diabéticas entre 40 e 50 anos que tiveram piora no controle glicêmico durante a pandemia, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba foi a campeã da categoria Paraná no 34ª Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), que acontece até esta sexta-feira (15/7) em Campo Grande (MS).

A premiação foi realizada nesta quinta-feira (14/7), na 17ª edição da Mostra Brasil Aqui Tem SUS, que reuniu 343 experiências exitosas de Secretarias Municipais de Saúde de todo o país.

“Esse reconhecimento nacional nos alegra porque é fruto do trabalho intenso das nossas equipes, que, mesmo atuando firmemente no combate à pandemia, continuou buscando soluções inovadoras para melhor cuidar da saúde dos curitibanos”, destacou a secretária municipal da Saúde de Curitiba, Beatriz Battistella. 

A premiação é um reconhecimento dos projetos realizados pelos municípios no Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o país e promover a troca de informações sobre as experiências exitosas entre os profissionais.

Na última edição presencial da mostra, em 2019 (pré-pandemia), Curitiba havia conquistado três prêmios, entre deles, a experiência com o Aplicativo Saúde Já Curitiba.

O Congresso do Conasems é um dos maiores eventos de saúde pública do Brasil e reúne gestores e reúne gestores, trabalhadores e profissionais do SUS de todos os estados do país.

Experiência premiada

A proposta premiada foi implantada com o objetivo de ofertar às pessoas diabéticas entre 40 e 50 anos que, por causa da covid-19, tiveram piora no seu controle glicêmico.  Ao todo foram acompanhados 1,5 mil pessoas desse público-alvo, a partir de junho de 2021, quando os casos de covid-19 começaram a desacelerar em Curitiba.

A partir desse momento, o atendimento programado para esse público foi retomado com intensificação do cuidado multiprofissional. Foram criados fluxos assistenciais com definição de ações em nível distrital e local. Entre elas, o projeto ampliou as consultas remotas para monitoramento e apoio ao autocuidado e consultas presenciais em horários alternativos.

A SMS participou da Mostra com mais três trabalhos, eleitos para o evento nacional pelo Conselho de Secretarias Municipais da Saúde do Paraná (Cosems-PR): “Regulação de acesso na Rede de Atenção à Saúde da Mulher no SUS Curitiba através da Telerregulação”; “Unidade de Estabilização Psiquiátrica: Implantação de Serviço de Urgência/Emergência em Saúde Mental” e “Intervenção Mediada pelos Pais como estratégia de cuidado para pessoas com TEA no SUS”.

Fonte: Prefeitura de Curitiba