Curitiba recebe especialistas da América Latina em Destinos Turísticos Inteligentes

Curitiba recebe especialistas da América Latina em Destinos Turísticos Inteligentes

Nesta segunda-feira (18/3), o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, e o vice-prefeito e secretário estadual das Cidades, Eduardo Pimentel, prestigiaram a Feira Internacional de Destinos Inteligentes (Fidi), um dos eventos mais relevantes para o turismo na América Latina. 

Antes do início da cerimônia, no Memorial de Curitiba, Greca se reuniu com os especialistas em Destinos Turísticos Inteligentes (DTI) de países latino-americanos que vieram para o evento. Ele ainda sugeriu que a comitiva realizasse visitas técnicas à Central 156, à Muramento Do dedo e ao Hipervisor Urbano da Prefeitura de Curitiba.

Depois, em exposição, o prefeito apresentou o mural do artista curitibano Sérgio Ferro que está no Memorial e contou um pouco da formação do Brasil e Curitiba. Abordou a alegria do povo brasílio e ressaltou que uma cidade só é boa para ser visitada quando ela é boa para o povo que nela vive.

“Esta é a cidade do turismo bom, bonito e barato, a mais virente do Brasil, a mais sustentável, com maior coleta seletiva de lixo e com um nível de saneamento que chega a 98%, uma cidade linda e sobremaneira uma cidade boa para o seu povo. O maior atrativo de um fado turístico inteligente é ser bom para o seu povo e por isso merecer ser visitado”, declarou Greca.

Organizado pelo Instituto Cidades do Horizonte e pela Instalação Ciudad de La Plata, com o base da Prefeitura de Curitiba e do Instituto Municipal de Turismo, a Fidi se destaca porquê um ponto de encontro para a discussão e apresentação das mais recentes inovações que moldam o porvir do turismo de forma inteligente.

“Agradeço a todos que ajudaram a tornar esse evento uma veras, quando o setor público se une ao privado começamos a fazer história e vivenciar um DTI é o que queremos provocar, é o que estamos realizando cá em Curitiba”, declarou Gonzalo La Rosa, diretor do Instituto Cidades do Horizonte, da Argentina.

A experiência porquê protagonista

Com uma programação diversificada, a Fidi proporciona aos participantes uma submersão em diversas experiências e assuntos apresentados por palestrantes de países porquê Espanha, Colômbia, Peru, Argentina, Panamá, Paraguai, Uruguai, Equador e de diversas regiões do Brasil.

Além das palestras e painéis informativos, os participantes têm chegada a uma ampla gama de atividades, incluindo sessões de networking, circuitos temáticos e visitas técnicas guiadas. Um dos pontos altos do evento é a oportunidade de explorar os dez circuitos temáticos oferecidos, proporcionando novas experiências turísticas em Curitiba.

O Memorial de Curitiba é o ponto de partida para essa jornada de invenção, onde os participantes podem escolher uma variedade de circuitos, cada um com sua própria oferta de atrações, desde estações temáticas DTI até expressões culturais locais.

Com a Fidi, Curitiba se consolida porquê um polo de discussão e inovação em DTI, fortalecendo sua posição porquê um fado turístico de primazia, pronto para receber visitantes do mundo inteiro em procura de experiências autênticas e enriquecedoras.

Orientação Curitiba

O fado Curitiba foi apresentado pela presidente do Instituto Municipal de Turismo de Curitiba, Tatiana Turra, em um quadro sobre o turismo na capital paranaense. Uma pesquisa realizada em 2022, revela que Curitiba vem atraindo tapume 7,4 milhões de turistas ao ano, com uma parcela significativa de 3,2% provenientes do exterior. Os dados revelam uma estada média de 3 dias, com um gasto quotidiano por pessoa na ordem de R$ 372, destacando o impacto econômico do turismo na região.

Além de fornecer informações quantitativas, Turra delineou o perfil diversificado dos visitantes de Curitiba, revelando que 28,4% estão na cidade por razões de negócios ou profissionais, enquanto 22,5% vêm para lazer, passeio ou folga, e 22,9% visitam amigos ou parentes.

A presidente do Instituto Municipal de Turismo de Curitiba apresentou uma risco do tempo detalhada de investimentos e ações desde 2020, marcando o início do processo de Orientação Turístico Inteligente (DTI), incluindo a formação do Ecossistema DTI.

Com olhos voltados para o porvir, Turra também anunciou uma série de novidades previstas para 2024, destacando a implantação de um PIT – Ponto de Informação Turística traste elétrico, o desenvolvimento do Novo Projecto Municipal de Turismo e a implementação de um Sistema de Lucidez Turística integrado ao Hipervisor Urbano. Iniciativas que refletem o compromisso contínuo da cidade com a inovação, a sustentabilidade e a primazia no setor do turismo, consolidando sua posição porquê um fado de destaque no cenário pátrio e internacional.

Presenças

Também participaram o secretário pátrio de Planejamento, Sustentabilidade e Competitividade no Turismo do Ministério do Turismo do Brasil, Milton Sérgio Silveira Zuanazzi; a vice-ministra do Turismo do Peru, Madeleine Burns; a presidente da Instalação Cultural de Curitiba, Ana Castro; a secretária municipal da Ensino, Maria Silvia Bacila; a coordenadora de Projetos do Serviço Brasílico de Suporte às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Ana Clevia Guerreiro Lima; o vice-presidente da Fecomércio, Paulo Cesar Nauiack; o presidente Sociedade Mercantil Estatal para a Gestão da Inovação e das Tecnologias Turísticas (Segittur) da Espanha, Enrique Martínez Marín; o reitor da UFPR, Ricardo Marcelo Fonseca; o presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Sustento e presidente da Confederação Vernáculo do Transacção de Bens, Serviços e Turismo, Alexandre Sampaio; a secretária em tirocínio de Turismo do Estado do Paraná, Camila Aragão; o superintendente do Sebrae-PR, Vitor Tioqueta; e os vereadores Marcio Barros e Mauro Bobato.

Natividade: Prefeitura de Curitiba