Eduardo Pimentel abre agenda do ano com vistoria nas obras da Linha Verde em Curitiba

Eduardo Pimentel abre agenda do ano com vistoria nas obras da Linha Verde em Curitiba

O vice-prefeito e secretário de Estado das Cidades, Eduardo Pimentel, fez na manhã desta quarta-feira (3/1) a primeira vistoria técnica de 2024, nas obras na Linha Verde Norte, na região do Trevo do Atuba. O objetivo foi conferir a evolução nos serviços de pavimentação executados na última semana de dezembro. Foram mais de 1.000 metros de asfalto implementados nas vias marginais e locais do lote 4.1 do empreendimento.

O trecho abrange quase 3 km de extensão, desde a altura do Hospital Vita até a concessionária Mercedes/Savana, e receberá as estações Atuba e Solar do transporte coletivo.

“Começamos o ano supervisionando as obras que seguem em ritmo forte, progredindo dia a dia para que possamos completar esse importante corredor de transporte, uma obra essencial para a mobilidade na cidade e de ligação com a região metropolitana”, disse Eduardo Pimentel.

Pavimentação

Na semana entre o Natal e o Ano Novo, o ritmo dos trabalhos foi intenso no imenso canteiro que forma o Lote 4.1, o trecho final da Linha Verde Norte. O resultado das ações em 2023 rendeu a conclusão e liberação de 2,1 km de pista principal à passagem dos motoristas, nos sentidos sul e norte. Outro avanço é a preparação de pavimentação na nova trincheira que servirá de ligação entre Curitiba e a Região Metropolitana e fará a interseção com a antiga BR-116.

Paralelamente, continuam os serviços de concretagem que estão sendo executados para a implantação da nova Estação Solar do transporte coletivo no Bairro Alto, entre o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e o Conjunto Solar.

O Lote 4.1 é o mais complexo do corredor metropolitano de transporte integrado, no eixo da BR -476 (antiga BR-116). As intervenções incluem as chamadas obras de arte (trincheiras e alças de acesso), terraplanagem, pavimentação, drenagem, paisagismo, sinalização viária, relocação de postes de energia, semaforização e acessibilidade.

Também contemplam a infraestrutura para as futuras estações de ônibus Atuba e Solar. São quase 3 km de trecho, desde a altura do Hospital Vita até a concessionária Mercedes/Savana, e há serviços ao longo de toda a extensão, em diferentes etapas.

Na gestão do prefeito Rafael Greca foram finalizados e colocados em funcionamento os lotes 3.1 da Linha Verde Norte, do Viaduto da Avenida Victor Ferreira do Amaral até as proximidades do Hospital Vita, com extensão aproximada de 2,46 km; e o 3.2, com extensão de 2,8 km, que inclui a trincheira que liga a Rua Fúlvio José Alice, no Bairro Alto, à Rua Amazonas de Souza Azevedo, no Bacacheri.

Com as duas entregas, 85% do eixo da Linha Verde que serve ao transporte coletivo foram concluídos.

Fonte: Prefeitura de Curitiba