Eduardo Pimentel enaltece voluntários do Churrasco de Natal do Pequeno Cotolengo

Eduardo Pimentel enaltece voluntários do Churrasco de Natal do Pequeno Cotolengo

O vice-prefeito, Eduardo Pimentel, prestigiou, neste domingo (3/12), o Churrasco de Natal dos 50 anos do Complexo de Saúde Pequeno Cotolengo, no Campo Comprido, e exaltou o trabalho dos 300 voluntários que se unem para preparar o almoço de domingo para quatro mil pessoas de toda a cidade. 

“Trago um abraço do prefeito Rafael Greca e quero  fazer um cumprimento especial ao padre Renaldo e a todos os voluntários do pequeno Cotolengo. Há dois dias estive aqui para a inauguração da Unidade Hospitalar Luiz Orione, com 25 leitos, novo espaço para o SUS Curitibano. É uma alegria ver tantas pessoas colaborando com esse tradicional churrasco, como voluntários, que cuidam de todos com muito carinho e atenção”, disse o vice-prefeito.

1,5 tonelada de filés

Recebido pelo Padre Renaldo Amauri Lopes, diretor do Pequeno Cotolengo, Pimentel conheceu todas as áreas destinadas ao evento mensal: foi até a cozinha, onde cumprimentou as senhoras que cuidam dos panelões de risoto e de batatas para a salada de maionese. 

Passou também pelas churrasqueiras, onde o calor das chamas aliado ao clima quente do domingo, em torno de 35°C de sensação térmica, não intimidou os churrasqueiros voluntários, que seguiam assando  intensamente na 1,5 mil tonelada de filés para atender rapidamente o salão cheio.

Também prestigiou o evento o administrador da Regional Portão, Gerson Gunha.

Programa de domingo tradicional

Realizado há  50 anos, o Tradicional Churrasco do Complexo de Saúde Pequeno Cotolengo  é realizado no primeiro domingo de cada mês, em um já tradicional programa de domingo dos curitibanos. Os valores arrecadados nos almoços são revertidos para as ações da instituição .

O Complexo de Saúde Pequeno Cotolengo acolhe, atualmente, mais de 240 pessoas com múltiplas deficiências  e que estavam em situação de risco e/ou abandono familiar ou asiladas em hospitais.  

Os residentes recebem assistência em saúde, cuidados especializados e moram no local, que conta com quatro grandes lares e  oito casas lares,  uma unidade hospitalar de cuidados prolongados, com a assistência  24 horas por dia.

Fonte: Prefeitura de Curitiba