Eduardo Pimentel reforça manutenção de custeio mensal ao Hospital Pequeno Príncipe em 2024

Eduardo Pimentel reforça manutenção de custeio mensal ao Hospital Pequeno Príncipe em 2024

O vice-prefeito de Curitiba e secretário Estadual das Cidades, Eduardo Pimentel, acompanhou, nesta segunda-feira (11/12), no Palácio Iguaçu, em Curitiba, a cerimônia do anúncio oficial de expansão do Complexo Pequeno Príncipe.

No evento, Pimentel destacou a manutenção do custeio mensal do município para o próximo ano, ao centro de saúde. “Como prefeito em exercício, na última vez que assumi, pude ter a oportunidade, com o aval do prefeito Rafael Greca, de incluir no orçamento (municipal) do ano que vem (2024), a manutenção do apoio emergencial dedicado pela Prefeitura de Curitiba a todos os hospitais filantrópicos da cidade de Curitiba, entre eles o Pequeno Príncipe”, disse.

Convênio financeiro

A cerimônia desta segunda-feira (11/12) marcou o anúncio oficial do convênio de expansão do Complexo Pequeno Príncipe em Curitiba. O plano prevê a instalação, no bairro Bacacheri, região Norte de Curitiba, de um Hospital Dia.

O empreendimento receberá investimentos de R$ 70 milhões para a construção e execução das obras. Do montante total de recursos, R$ 20 milhões serão repassados pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa); mais R$ 20 milhões da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná (Alep); R$ 15 milhões da Bancada Federal do Paraná, na Câmara dos Deputados; e outros R$ 15 milhões da Itaipu Binacional.

O anúncio oficial dos investimentos, no Palácio Iguaçu, contou com a presença do governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior; do secretário Estadual da Saúde, Beto Preto; da secretária municipal da Saúde, Beatriz Battistella; do CEO do Hospital Pequeno Princípio, José Álvaro da Silva Carneiro; entre várias outras autoridades.

Apoio permanente

O reforço contínuo aos hospitais filantrópicos foi citado pelo vice-prefeito Eduardo Pimentel durante a cerimônia de expansão do complexo de saúde.

No discurso, ele também agradeceu o apoio de vários representantes públicos para a consolidação dos investimentos na expansão do Pequeno Príncipe. “Em nome do prefeito Rafael Greca e da cidade de Curitiba agradeço ao Governo do Estado, bancada federal, Assembleia Legislativa e Itaipu Binacional por proporcionar o investimento (conjunto de R$ 70 milhões) no Hospital Pequeno Príncipe, na área Norte da cidade. O hospital que é referência estadual e nacional no atendimento emergencial às crianças”, disse.

Parcerias pelo Paraná

Na cerimônia, o governador do Paraná destacou a importância da parceria entre os órgãos competentes para ampliar o atendimento do Hospital Pequeno Príncipe com os novos investimentos.

“Temos a alegria de participar hoje desse momento histórico e dessa união. Nós temos trabalhado unidos e em paz. Em um mundo com tantos extremos, de brigas, guerras e discussões ideológicas, trabalhamos aqui de forma racional. É bom para o Paraná, então vamos nos unir para tirar do papel e entregar para a população (novo Hospital Dia)”, disse Ratinho Junior.

Atendimento ampliado

O novo Hospital Dia Pequeno Príncipe Norte terá 7,7 mil m², distribuídos em três pavimentos. Funcionarão no espaço 36 leitos, seis salas cirúrgicas, outros 12 leitos de terapia infisional e ambulatórios. Com a expansão, será ampliado o número de cirurgias eletivas e também mais cirurgias complexas serão realizadas no atual Hospital Pequeno Príncipe.

A operação prática do projeto também deve garantir maior eficiência na gestão, economia de recursos e, consequentemente, uma melhor experiência de acolhimento aos pacientes.

Dimensão social

Para dimensionar a importância social e de assistência à saúde, em 2022, o Hospital Pequeno Príncipe realizou 249.302 atendimentos ambulatoriais (consultas, emergências, terapias e procedimentos de prevenção); 20.044 internações; 1.061.086 exames (laboratoriais, de imagem, métodos gráficos e de serviços diagnósticos e terapêuticos específicos);18.094 cirurgias; 275 transplantes, sendo 37 de órgãos (3 de coração, 13 de rim e 21 de fígado), 135 de tecido ósseo, 56 de medula óssea e 47 de válvula cardíaca. 

Prêmios e reconhecimento

Em 2023, o Hospital Pequeno Príncipe foi novamente eleito como um dos melhores hospitais pediátricos do mundo, pelo ranking da revista norte-americana Newsweek. O complexo também foi o único hospital exclusivamente pediátrico da América do Sul com tal distinção.

Recebeu ainda o reconhecimento global da Health Care Without (“Saúde Sem Dano”, em português) – organização que percebe ações ambientais de hospitais pelo planeta – como Climate Leadership (“Liderança Climática”), na categoria Gold.

Fonte: Prefeitura de Curitiba