Exposição fotográfica destaca a beleza das árvores de Curitiba

Exposição fotográfica destaca a beleza das árvores de Curitiba

Começa nesta quarta-feira (2/8), na Administração da Regional CIC, a exposição Árvores de Curitiba. Composta por 24 trabalhos da fotógrafa Denise Ramalho, a exposição itinerante vai percorrer todas as dez regionais da cidade até 2024. O objetivo é valorizar a fauna, a flora e as belezas naturais de Curitiba.

O projeto recebeu recursos do Programa de Apoio e Incentivo à Curltura, com apoio Fundação Cultural de Curitiba (FCC) e da Prefeitura Municipal de Curitiba. 

Para organizar e selecionar as fotos, foram feitos diversos ensaios sobre as árvores da cidade com um olhar poético e diversas perspectivas. A partir de uma curadoria minuciosa, foram selecionadas as obras para a exposição que busca, ainda, segundo a autora das imagens, “desenvolver um olhar junto ao público”.

“Curitiba é uma cidade muito bonita e precisamos mostrar isso para as pessoas. A beleza das árvores me deixou muito surpresa, e todos que moram aqui precisam ver essa beleza”, disse.

A exposição começa nesta quarta-feira na Regional CIC, na reunião do programa de consulta popular Fala Curitiba 2023, a partir das 19h, e permanece no local por todo o mês de agosto. Depois passará pelas regionais Matriz, Pinheirinho e Portão até o fim do ano. Segue às demais regionais ao longo de 2024.

Fotografia lenta

Denise Ramalho utilizou a técnica Fotografia Lenta. Nesse método, a artista observa, por longos períodos, os arredores das árvores e outros elementos que compõem o espaço para, então, fazer as fotos.

Após as fotografias, Denise fez a seleção das imagens para a exposição. “Foi muito difícil fazer a curadoria de todas as fotos, porque estava tudo muito legal. No final, acabei escolhendo aquelas que se adequavam a critérios mais técnicos, como ângulo, composição, reflexo e local em que foi tirada”, destacou.

A artista também reforçou o aspecto criativo e surpreendente do processo. “O processo criativo (processo) é sempre muito interessante. Eu visitava os lugares onde estavam as árvores esperando uma coisa, e depois me surpreendia. O principal exemplo disso foi um chorão (salgueiro-chorão, espécie de árvore) que encontrei no bairro Cajuru”, disse Denise.

Serviço: Árvores de Curitiba

Abertura: quarta-feira (2/8), às 19h

Local: Administração da Regional CIC (Rua Manoel Valdomiro de Macedo, 2.460)

Programação

Agosto: Regional CIC

Setembro: Regional Matriz

Outubro: Regional Pinheirinho

Novembro: Regional Portão

A programação do ano que vem ainda deve ser anunciada no site da Fundação Cultural de Curitiba, incluindo as demais regionais da cidade

Fonte: Prefeitura de Curitiba