Fala Curitiba entra na 2ª lanço e a população participa

Fala Curitiba entra na 2ª etapa e a população participa

Já está em curso a segunda das três etapas do Fala Curitiba – a consulta pública anual em que a população sugere à Prefeitura obras e serviços que gostaria de ver implantados na cidade. Além da internet, em que é provável preencher o formulário virtual do lugar e horário que se desejar, voltaram às ruas os quatro veículos caracterizados do Fala Traste.

Com a ajuda de servidores da Prefeitura, nas unidades móveis da consulta pública os cidadãos anotam com caneta e assinam o formulário impresso. Nesta segunda-feira (1/4), primeiro dia da novidade temporada do Fala Curitiba, pela manhã e à tarde, os carros percorreram pontos movimentados de bairros das administrações eegionais Pinheirinho, CIC, Bairro Novo e Boqueirão. Nesta terça-feira (2/4), é dia de passar pelas regionais Cajuru, Boa Vista, Tatuquara e Pinheirinho.

 

Atenção na escolha das prioridades

Cabe ao público escolher cinco entre as 65 possibilidades de ações distribuídas em 17 políticas públicas – áreas porquê porquê Saúde, Instrução e Cultura. Ou por outra, o participante precisa apontar no espaço reservado ao detalhamento das prioridades assinaladas a benfeitoria que quer para aquela determinada extensão e o endereço de onde ela deve ser implantada.

“Por isso é importante refletir muito e, no caso de incerteza, ler novamente as propostas. Quem estiver preenchendo o formulário no Fala Traste pode narrar com a ajuda das equipes de servidores”, observa a diretora de diretora de Planejamento, Pesquisa e Inovação do Imap (Instituto Municipal de Governo Pública), Adriane Cristina dos Santos. O Imap é o órgão responsável pelo Fala Curitiba.

Enquanto pelo Fala Traste será provável participar até 7 de maio, de segunda a sexta-feira, de convénio com as datas definidas para os carros estarem nos diferentes bairros da cidade, pela internet o prazo vai até 12 de maio. A participação virtual póde ser registrada até 28/4 no Bairro Novo e no Boqueirão; 30/4 no Pinheirinho e no Tatuquara; 2/5 na CIC e em Santa Felicidade; 5/5 no Portão e na Matriz; e 6/5 no Cajuru e na Boa Vista

Ou por outra, o público deve ser organizar para participar das reuniões de bairros, de 22 de abril a 8 de maio.

Desses encontros serão definidas as propostas que passarão à terceira e última temporada e, dependendo do número de votos alcançados, terão garantia de realização por meio da LOA (Lei Orgânica Anual) para 2025.

 

Serviço: Fala Curitiba 2024 – cronograma

Segunda temporada (credenciamento de sugestões LOA): é a vez de detalhar o que fazer com o moeda disponível do orçamento municipal em cada extensão temática

Início – 1º de abril

Fechamento – 08 de maio, com reuniões de bairros (de 22/4 a 08/5)

Terceira temporada (Votação LOA): votação final

Início – 11 de junho

Fechamento – 28 de junho, com reuniões regionais (de 24/6 a 28/6)

*Créditos imagens e informações Prefeitura de Curitiba