Ippuc completa 58 anos e renova compromisso com a inovação e sustentabilidade

Ippuc completa 58 anos e renova compromisso com a inovação e sustentabilidade

O Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) completa 58 anos nesta sexta-feira (1/12). Pilar do desenvolvimento ordenado da cidade, o Ippuc tem atuado em várias frentes com vistas à inovação urbana e à garantia de financiamentos a projetos estruturantes. 

No 58° ano de existência, o instituto celebra o reconhecimento internacional da qualidade técnica dos seus projetos por instituições como a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), que é parceria de Curitiba em vários projetos.

Tudo isso sem esquecer do investimento na capacitação dos seus quadros técnicos em processos alinhados às agendas mundiais de sustentabilidade urbana.

Casa de Planejamento

Para o prefeito e engenheiro Rafael Greca, o Ippuc se consolidou como centro de excelência do planejamento urbano com presença indelével em centenas de projetos que dão forma à cidade.

“O Ippuc é a Casa de Planejamento, que ultrapassa a barreira do tempo, alicerçada nos princípios sólidos do Plano Diretor de Curitiba que têm contribuído efetivamente para o desenvolvimento ordenado e sustentável da cidade ao longo dos anos”, disse o prefeito.

Reconhecimento internacional

O secretário de Governo Municipal e presidente do Ippuc, Luiz Fernando Jamur, comemorou a data com os funcionários nas dependências do instituto, com direito à bolo de aniversário, e fez questão de agradecer o empenho de cada um.

“Recentemente estivemos com o novo diretor para o Brasil e Cone Sul da AFD, Dominique Hautbergue, e ele comentou que ficou impressionado com a qualidade técnica dos projetos do Ippuc. Este reconhecimento é uma conquista de todos vocês, trabalhadores, funcionários, colaboradores, técnicos, porque são vocês que fazem essa instituição”, disse Jamur.

Época da boa colheita

O presidente do Ippuc citou que atualmente a cidade executa três projetos com financiamentos de organismos internacionais (AFD e Banco Interamericano de Desenvolvimento-BID) e comentou sobre a materialização de projetos importantes em Curitiba.

“Nós estamos vivendo uma época da boa colheita de projetos que geramos aqui e agora estão sendo colocados em pé, como o Bairro Novo da Caximba, o Novo Inter 2, o Ligeirão Leste-Oeste e a eletromobilidade no transporte coletivo”, exemplificou Jamur.


Hipervisor Urbano em 2024

No começo de 2024, o Ippuc vai colocar em funcionamento o Hipervisor Urbano, uma ferramenta de gestão e integração de informações e gerenciamento de serviços público, projetado pelo Ippuc em parceria com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

“Eu me sinto realizado com todos os objetivos que conseguimos atingir até hoje. No início do ano, vamos inaugurar o hipervisor urbano, que será o cérebro da cidade inteligente, título recentemente conquistado por Curitiba”, relatou Jamur.

Inovação e energia limpa

Antenado às iniciativas mundiais que se voltam para programas e projetos de mitigação das mudanças climáticas, o Ippuc reforça a sua vocação à inovação. 

Equipamentos públicos sustentáveis, como o Complexo de Educação Irmãos Rebouças, requalificação do entorno do Mercado Municipal, novas Ruas da Cidadania, Fazenda Urbana na CIC, intervenções para a mudança da matriz energética do transporte, novas calçadas e Estrutura Cicloviária para a mobilidade limpa e ativa também fazem parte do portfólio de projetos do instituto. 

Fonte: Prefeitura de Curitiba