Maior evento de formação profissional bate recorde de público com 91 mil inscrições

Maior evento de formação profissional bate recorde de público com 91 mil inscrições

Em dois dias de palestras e debates (7 e 8/7), a Expo Educação Internacional Digit@l, tradicional evento de formação profissional da Secretaria Municipal da Educação (SME), bateu recorde de público desde sua criação, em 2018, com mais de 91 mil inscrições nesta edição.

Foram vinte horas de palestras com transmissão ao vivo pelo canal da Secretaria Municipal da Educação no YouTube.

Participaram professores da rede municipal de ensino, diretores, pedagogos, servidores da área, especialistas, parceiros de instituições ligadas à educação, universidades e comunidade.

A secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, destacou a importância da formação continuada para os profissionais da educação.

“Para oferecer um ensino inovador nas unidades é importante que a formação dos profissionais também seja inovadora. Foram dois dias inteiros de excelentes oportunidades de aprender”, comentou a secretária.

Também estiveram presentes no encerramento os superintendentes Oséias Santos de Oliveira (Executivo) e Andressa Pereira (Gestão Educacional) e diretores dos departamentos da SME.

Os temas do primeiro dia (7/7) foram desenvolvimento profissional para a Cidade Educadora, neurociência aplicada à aprendizagem, investimentos em educação, tecnologia e inovação, direitos humanos e saúde na escola.

No segundo dia (8/7), os destaques foram aprendizagem criativa, formação da consciência cidadã, cidades educadoras e sustentabilidade na escola.

Lançada em 2018 no formato de feira interativa, a primeira Expo foi realizada no Parque Barigui, assim como em 2019. Porém, com a pandemia da Covid-19, o evento foi adaptado para o formato on-line, desde 2020.

A Expo Educação foi projetada para trazer conhecimento e inovação de maneiras interativas e diferentes do modelo tradicional de semana de estudos pedagógicos, historicamente baseado apenas em palestras e reuniões.

Fonte: Prefeitura de Curitiba