Ministro Edson Fachin recebe a medalha da Ordem da Luz dos Pinhais

Ministro Edson Fachin recebe a medalha da Ordem da Luz dos Pinhais

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, ingressou no grupo de personalidades condecoradas com a comenda da Ordem Municipal da Luz dos Pinhais, honraria concedida pela Prefeitura de Curitiba desde 2018.

Fachin recebeu a medalha na tarde desta sexta-feira (8/12) das mãos do prefeito Rafael Greca e da primeira-dama, Margarita Sansone, no Palácio 29 de Março.

Fonte de inspiração

“É uma honra para nós entregar esta medalha gravada com a figura do homem vitruviano, o homem que é maior do que um pinheiro”, disse o prefeito.

Greca também citou que a trajetória do ministro é uma fonte inspiradora para muitas pessoas.

“O senhor é uma luz para as novas gerações de advogados e para as pessoas que atuam no serviço público. Seja muito bem-vindo à Ordem da Luz dos Pinhais, o senhor que é pura luz”, definiu Greca.

Amor por Curitiba

Acompanhado de sua mulher, Rosana Amara Girardi Fachin, o ministro Edson Fachin citou que conheceu o prefeito Rafael Greca numa exposição na Casa Romário Martins, realizada no Rio de Janeiro em 1975.

“Conheci este homem que na época já tinha um caso de amor por Curitiba. E esse homem hoje é o nosso prefeito Rafael Greca, nosso querido amigo”, recordou.

Ética urbana 

Fachin disse que estava muito feliz em receber uma homenagem tão significativa da cidade que foi tão importante na sua vida.

“Curitiba foi a cidade que me adotou. Aqui tenho grandes amigos, aqui nós fomentamos e frutificamos a nossa família. Nossas filhas são curitibanas, com muito orgulho”, comentou o ministro. 

Ele elogiou o planejamento urbano da cidade, que já serviu de exemplo para cidades do mundo.

“Nós costumamos dizer que Curitiba tem uma ética e uma estética urbanas, um ‘ethos’ que aqui se cultiva o refinamento inclusivo, uma dimensão de pluralidade e de solidariedade. O transporte urbano de Curitiba é um transporte dialógico que inclui, que chama, que vocaciona e que acolhe. E o prefeito Rafael Greca tem sido nesses anos todos um cultivador desse seu grande caso de amor com a cidade. E hoje, o abraço do amor que ele tem pela cidade nos abraça também”, concluiu.

Luz dos Pinhais

Banhadas a ouro, as medalhas da Ordem Municipal são inspiradas na obra “Homem à Altura dos Pinheiros”, de João Turin, um dos mais importantes artistas da história do Paraná, com o desenho de um homem de braços abertos em um cenário de pinheirais. A imagem remete ao Homem Vitruviano, símbolo do Renascimento, de Leonardo Da Vinci.

A medalha é sustentada por uma fita nas cores da bandeira de Curitiba – verde bandeira com filete central vermelho ladeado por dois filetes brancos e dois dourados. Instituída pelo Decreto Municipal 915, de 31 de agosto de 2018, a homenagem é constituída da medalha, de um diploma e da inscrição do nome dos homenageados em um livro de registros.

Futuro presidente do STF

Em 2025, Edson Fachin assumirá a presidência do STF, em substituição do atual presidente, o ministro Luís Roberto Barroso. Ele comandará a mais alta corte do país até 2027.

Nascido em Rondinha (RS) e radicado em Curitiba, Edson Fachin é ministro do STF desde 2015. Formado em Direito pela UFPR, foi professor e coordenador do mesmo curso, sendo um dos defensores da criação do doutorado em Direito na instituição.

Atuação marcante no Paraná

Além da UFPR, o ministro Luiz Edson Fachin lecionou também na PUCPR, na Unicuritiba, na Escola da Magistratura do Paraná (EMEP) e na Escola da Associação dos Magistrados do Trabalho do Estado do Paraná (Eamep). Foi procurador do Estado do Paraná; atuou como membro da comissão do Ministério da Justiça sobre a Reforma do Poder Judiciário e como colaborador no Senado Federal na elaboração do novo Código Civil brasileiro.

Além da advocacia, se destacou como membro-árbitro de diversas câmaras arbitrais, no Brasil e no exterior. No STF, entre as ações de destaque, foi relator da Lava Jato. O ministro também recebe a medalha pelo bem que já fez por Curitiba, inclusive durante a pandemia de covid-19, ao reforçar com toda a corte a competência conjunta da União, estados e municípios no combate à doença, o que permitiu a vacinação de mais de 5,7 milhões de curitibanos.

Presenças

Participaram também da entrega da medalha a desembargadora do Tribunal de Justiça, Joeci Camargo (1ª vice-presidente do TJ); Fernando Prazeres (2° vice-presidente do TJ); o desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira; a procuradora Geral do Município, Vanessa Volpi; o procurador fiscal da PGM, Paulo Fortes; a subprocuradora da PGM, Rosa Pedroso; o CEO da Ligga, Wendell Oliveira; o empresário Nelson Tanure; o ex-ministro Hélio Costa; o secretário de Governo Municipal e presidente do Ippuc, Luiz Fernando Jamur; a presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro; o assessor de Articulação Política, Lucas Navarro de Souza; a assessora do Gabinete do Prefeito, Cibele Dias; e o chefe de Gabinete, Francisco José Zerbeto Assis.

 

Fonte: Prefeitura de Curitiba