Mutirão leva serviços sociais e jurídicos para pessoas em situação de rua

Mutirão leva serviços sociais e jurídicos para pessoas em situação de rua

 

A Prefeitura de Curitiba e a Defensoria Pública do Estado do Paraná vão promover um mutirão para atendimento à população em situação de rua, nesta quarta-feira (31/8), no Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) Solidariedade, na Praça Plínio Tourinho (Rebouças). O atendimento será das 8h às 12h e terá o apoio da organização da sociedade civil (OSC) Mãos Invisíveis, que desenvolve trabalho para esse público.

Durante o mutirão, a Defensoria Pública fará atendimento jurídico, enquanto a Prefeitura estará no local com oferta de serviços e atividades de várias secretarias e assessorias. A ação tem o objetivo de oferecer serviços que possam garantir direitos, além de facilitar o acesso à informação.

Quem participar do mutirão, poderá fazer ou atualizar o Cadastro Único do governo federal para acesso a benefícios sociais, receber encaminhamento para saúde e assistência social e orientações sobre violência contra a mulher e participar de atividades culturais e de esporte e lazer.

Voluntários da Mãos Invisíveis vão servir café da manhã e doar roupas para quem precisa.

Para participar do mutirão, não é necessário realizar agendamento prévio. O atendimento no dia será de acordo com a demanda espontânea da população.

 

Complexo de atendimento

O Centro Pop Solidariedade faz parte do programa Praça Solidariedade, complexo de atendimento às pessoas em situação de rua ou desabrigadas, no Rebouças, que em junho completou dois anos.

A unidade, na Rua Engenheiros Rebouças, 845, oferta atendimento especializado, individual e coletivo, com o objetivo de favorecer a busca de autonomia e superação da situação de rua, a entrada na rede socioassistencial e a reinserção familiar e comunitária. Entre os serviços encontrados no local estão o encaminhamento para documentação, mundo trabalho e qualificação profissional.

Além do Centro Pop, a Prefeitura mantém na Praça Plínio Tourinho a Casa de Passagem Padre Pio, para acolhimento de pessoas em situação de rua, além da Casa de Passagem Emergencial Solidariedade, que abre as portas apenas nas noites em que as temperaturas ficam abaixo de 8 graus.

No local, há ainda cabide solidário, lavanderia, banheiros e guarda-pertence.

O que será ofertado

Defensoria Pública (DPE-PR) – atendimento jurídico.

Fundação de Ação Social (FAS) – Cadastro Único, encaminhamento para acolhimento, cursos de desenvolvimento pessoal e qualificação profissional e vagas de emprego.

Secretaria Municipal da Saúde (SMS) – atendimento da equipe do Programa Consultório na Rua, com serviços e orientação em saúde.

Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj) – alongamento e jogos de xadrez.

Assessoria de Direitos Humanos e Política para Mulheres – orientações sobre combate à violência doméstica e familiar contra a mulher. O Conselho Municipal da Mulher fará uma roda de conversa com os participantes sobre direitos.

Secretaria Municipal da Defesa Social e Trânsito (Setran) – atendimento individual e apresentações culturais, que possibilitam a aproximação e a inserção em serviços de tratamento e reinserção social de usuários e dependentes de álcool, tabaco e outras drogas.

Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA) – orientação sobre a importância da destinação correta dos resíduos, para evitar o acúmulo de lixo e a presença de vetores de doenças nas ruas.

Secretaria Municipal da Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN) – orientação sobre alimentação saudável, produção de alimentos saudáveis e aproveitamento integral de alimentos. Em uma unidade móvel será servido suco verde e um técnico agrícola dará informações sobre como fazer hortas.

         

Serviço: mutirão para atendimento à população em situação de rua

Data: quarta-feira (31/8)

Horário: 8h às 12h

Local: Praça Plínio Tourinho (Rua Engenheiros Rebouças, 845 – Rebouças)

 

Fonte: Prefeitura de Curitiba