Novo binário e melhorias viárias: Greca vistoria obra do Novo Inter 2 em Curitiba

Novo binário e melhorias viárias: Greca vistoria obra do Novo Inter 2 em Curitiba

A fase inicial das obras de infraestrutura viária do Novo Inter 2, em execução na Rua Major Vicente de Castro, no cruzamento com a Rua José Ferreira de Barros, no bairro Fanny, foi inspecionada nesta quinta-feira (18/1) pelo prefeito Rafael Greca, que esteve no local acompanhado do vice-prefeito e secretário de Estado das Cidades, Eduardo Pimentel, e do secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Araújo Rodrigues.

A intervenção, para melhorar a mobilidade urbana, aconteceu um dia após a inauguração da linha 250 Ligeirão Norte-Sul, que integrou o Santa Cândida ao Pinheirinho.

“Estamos começando as obras do trecho do BRT 2 nas imediações do traçado da Avenida Brasília, no bairro Fanny. Vamos investir neste lote 2 do Novo Inter 2, cerca de R$ 63 milhões em obras para melhorar a vida das pessoas. A nossa cidade avança e avança o futuro cada vez melhor”, disse Greca.

Novo perfil

A Rua Major Vicente de Castro é uma das cinco que serão contempladas no lote 2 (pacote 1) do Programa de Aumento de Velocidade e Capacidade do Inter 2, que prevê a readequação viária de mais de 5,7 mil metros nos bairros Fanny, Xaxim e Capão Raso. As obras vão mudar o perfil das principais vias locais e dar suporte ao trânsito e ao deslocamento do transporte coletivo.

As ruas Major Vicente de Castro e Maestro Francisco Antonello estão sendo preparadas para formar um novo binário. Também ganharão novas estruturas as ruas Andorinhas, Perdizes e Bôrtolo Gusso. O objetivo das obras é dar suporte ao tráfego da Avenida Brasília, por onde vai circular o Novo Inter 2.

Nas cinco ruas, serão executadas obras de drenagem, terraplanagem, pavimentação, iluminação pública, paisagismo e implantação de novas calçadas, sinalização e infraestrutura de fibra ótica. Os serviços vão avançando trecho a trecho.

Ruas contempladas

Na Rua Major Vicente de Castro, os serviços de drenagem alcançam o trecho entre a Avenida Santa Bernadethe e a Rua Dr. Gastão Faria. Na sequência, a via receberá nova pavimentação de concreto (pavimento rígido) em 2.089 metros, entre a Avenida Brasília e a Rua Coronel Aníbal dos Santos. Na Rua Maestro Francisco Antonello, a requalificação do asfalto acontecerá no trecho de 2.130 metros entre a Avenida Brasília e a Rua Coronel Aníbal dos Santos.

Na Rua Andorinhas, as melhorias serão ao longo de 546 metros entre a Rua Perdizes e a Avenida Brasília. Na Rua Perdizes, serão requalificados 729 metros entre a Avenida Brasília e a Rua das Andorinhas. Na Rua Bôrtolo Gusso, o pavimento receberá manutenção em 229 metros, entre a Avenida Brasília e a Rua Delegado Naby Paraná.

As obras são coordenadas pela Secretaria Municipal de Obras Públicas (Smop) a partir de projeto do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc). Aos moradores da região que se juntaram ao momento de inspeção dos trabalhos, o vice-prefeito Eduardo Pimentel ressaltou outra frente de obras para a implantação do Novo Inter 2, as intervenções do Lote 4, também na etapa inicial em cinco ruas dos bairros Tarumã e Capão da Imbuia.

“Lá são mais R$ 74 milhões de investimentos em andamento a exemplo do que temos feito em diferentes regiões da cidade para avançar no sistema de mobilidade e transporte para que a população saia um pouquinho mais tarde de casa e chegue um pouquinho mais cedo”, disse Eduardo.

Lote 4

A execução das obras do Lote 4 começou pela Rua Osmário de Lima, no Capão da Imbuia, e abrangerá também as ruas Hayton da Silva Pereira, 21 de Junho, Engenheiro Alberto Monteiro de Carvalho (Capão da Imbuia) e Avenida Victor Ferreira do Amaral (Tarumã). São 3,5 mil metros de infraestrutura com drenagem, terraplanagem, pavimentação em concreto (pavimento rígido), iluminação pública, paisagismo e novas calçadas. As obras são coordenadas pela Smop a partir de projetos do Ippuc.

Rodrigo Araújo Rodrigues, secretário municipal de Obras Públicas, ressalta a importância da paciência dos moradores, especialmente aqueles das ruas que serão diretamente impactadas pelas obras, durante o período das intervenções.

“Em geral, as fases de escavação para a implantação dos novos sistemas de drenagem são aquelas que causam as maiores alterações nas rotinas. No entanto, é crucial ter em mente que essas intervenções demandam adaptações temporárias e serão posteriormente substituídas por benefícios a longo prazo, contribuindo para a significativa melhoria da infraestrutura”, afirma Rodrigues.

Inter 2

As obras do Novo Inter 2 fazem parte do Programa de Mobilidade Urbana Sustentável de Curitiba, que tem US$ 106,7 milhões em recursos financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para aumento da capacidade e velocidade do Inter 2/Interbairros II, além de contrapartidas do município. O Projeto Inter 2 promoverá melhorias nos 38 km do itinerário de duas das linhas mais carregadas da cidade, o Inter 2 e o Interbairros II. O impacto é direto na rotina de mais de 580 mil moradores de 28 bairros da capital e um total de 181 mil passageiros por dia útil.

Acompanharam a vistoria das obras o assessor de articulação política, Lucas Navarro; o diretor de pavimentação da Secretaria Municipal de Obras (Smop), Mário Padovani; técnicos da Castilho Engenharia, empresa executora do lote 4, no Capão da Imbuia/Tarumã, e lote 2, na Vila Fanny; técnicos da Unidade Técnico-Administrativa de Gerenciamento (Utag); e os vereadores Tico Kuzma, Bruno Pessuti, Maruro Bobato, Beto Moraes e Oscalino do Povo.

Fonte: Prefeitura de Curitiba