Organizadoras do Human City Design destacam função social do Cine Passeio

Organizadoras do Human City Design destacam função social do Cine Passeio

 

Em visita a Curitiba, as coreanas Estella Haesoo Kim e Ayoung UM, representantes da Seoul Design Foundation (SDF) e integrantes da organização do Prêmio Human City Design 2021, ressaltaram a função social do Cine Passeio, equipamento destacado com menção honrosa no certame internacional.

A premiação, concedida em março deste ano, elencou projetos internacionais que promovem a harmonia entre os cidadãos e a sociedade no ambiente urbano para a formação de cidades sustentáveis.

No último sábado (16/7), elas visitaram o cinema e na manhã desta segunda-feira (18/7) participaram de reunião no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), onde conheceram os projetos estruturantes e o plano de desenvolvimento sustentável de Curitiba. Nas visitas, as coreanas foram acompanhadas dos arquitetos Mauro Magnabosco, Dóris Teixeira e Carla Frankl, responsáveis pelo projeto do Cine Passeio, pela diretora de Informações do Ippuc, Liana Vallicelli, o diretor executivo do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (Icac), Marino Galvão Jr e pela gerente do Cine Passeio, Juliana Pedrozo.

“Amamos o Cine Passeio. Inicialmente pensamos que, como os cinemas em geral, seria um espaço escuro e coberto. Ao visitar o cinema vimos que é um espaço amplo, iluminado, um ponto de encontro”, observou Estella.

Ela destacou a iniciativa de Curitiba de resgatar a história dos cinemas de rua Ritz e Luz num espaço-escola de promoção artística e cultural. “Vimos que a cidade está empenhada na democratização da arte e cultura e o cinema é uma ferramenta muito boa de disseminação dessa prática”, frisou.

Respeito com as pessoas

Estella Kim e Ayoung UM se disseram impressionadas com o funcionamento do espaço com foco em atender aos cidadãos sem distinção.

“O Cine Passeio oferece acesso a pessoas de baixa renda, com ingressos a preços acessíveis, bem como a capacitação gratuita, permitindo também a geração de renda. Outro ponto de destaque é a acessibilidade a pessoas com deficiência auditiva e o investimento para exibições em 3D. Ficamos realmente impressionadas”, disse Estella.

Para Ayoung UM, espaço é um ponto de integração para qualquer idade. “O Cine Passeio é um ponto de atração e integração da antiga e da nova geração”, apontou Ayoung.

Planejamento

Ao apresentar as linhas mestras do planejamento de Curitiba e as ações e projetos derivados do Plano Diretor, a diretora de Informações do Ippuc, Liana Vallicelli, ressaltou que a cidade vivencia um processo de evolução permanente.

“Temos um plano contínuo de inovação, preservação ambiental e desenvolvimento urbano. E o design voltado aos habitantes está sempre presente no perfil de Curitiba, seja nas intervenções dos corredores de transporte do BRT, nos parques, por toda a cidade”, pontuou Liana.

As coreanas apontaram como destaques as ações públicas com foco nos cidadãos e o trabalho do Ippuc em manter a trajetória de planejamento. “Após circular por Curitiba pude sentir que vocês têm respeito com e cuidado com as pessoas. Vocês se importam com as pessoas de uma maneira muito boa. Há muitos exemplos disso. É uma cidade inclusiva para todos. Uma preocupação que pudemos observar em todos os locais que visitamos”, disse Ayoung UM.

As representantes da SDF estão no Brasil para participar da XIV Conferência Anual da Rede de Cidades Criativas da Unesco (UCCN), em Santos, de 18 a 24 de julho.

LEIA MAIS

Fonte: Prefeitura de Curitiba