Painel destaca a importância das cidades na agenda global em sustentabilidade

Painel destaca a importância das cidades na agenda global em sustentabilidade

O assessor-chefe de Relações Internacionais da Prefeitura de Curitiba, Rodolpho Zannin Feijó, reforçou, nesta quarta-feira (20/3), no painel sobre as Mudanças Climáticas, na Smart City Expo Curitiba, o protagonismo das cidades para implementar o desenvolvimento sustentável e as ações necessárias para mitigar os efeitos das mudanças climáticas no planeta.

“As cidades estão no centro do debate da agenda global em sustentabilidade no aspecto de governança e adoção de soluções urbanas e sociais no mundo, que passa, atualmente, por um momento de reconfiguração em várias áreas”, disse Feijó.

Avanços

Nesse cenário, Feijó destacou os avanços de Curitiba, na atual gestão do prefeito Rafael Greca, em termos de cooperação internacional para o implemento de programas importantes em sustentabilidade, urbanismo, eletromotricidade, reconfiguração da matriz energética e moradia social.

“Com apoio de vários e mecanismos internacionais como o BID (Banco Internacional de Desenvolvimento), AFD (Agência Francesa de Desenvolvimento) ou NDN (Novo Banco de Desenvolvimento) encontramos soluções inteligentes para nos engajamentos à agenda global de desenvolvimento sustentável e ações para minimizar o impacto das mudanças climáticas”, destacou ainda o assessor-chefe de Relações Internacionais, Rodolpho Zannin Feijó.

Soluções inteligentes

Dentre as soluções e programas implementados em Curitiba, Feijó destacou a Pirâmide Solar de Curitiba, o Bairro Novo da Caximba, a instalação dos painéis fotovoltaicos no Palácio 29 de Março, – que garante uma redução de até 70% nos custos de energia predial da Prefeitura de Curitiba – as obras de contenção de alagamentos e de macrodrenagens, as hortas comunitárias para reforçar a segurança alimentar e sustentável e a futura instalação do Reserva Hídrica do Futuro (para fornecimento de água), que, segundo Zanin Feijó, estará no centro da cooperação internacional, nos próximos anos.

“Culturalmente, Curitiba é considerada uma cidade inteligente, com soluções inteligentes. Neste momento, nós avançamos na agenda global de sustentabilidade, nos posicionamos com um espírito de adaptação das cidades às novas realidades globais, fortalecemos ainda mais as relações em nível internacional e também as nossas instituições locais (a exemplo, o IPPUC – Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba) e os próprios servidores”, concluiu.

Painel

Participaram ainda do painel Mudanças Climáticas: você está pronto para lutar elas?, Ophélie Drouault, especialista em Soluções Baseadas na Natureza; o secretário Executivo do ICLEI (Local Governments For Sustainnability, no Brasil, Rodrigo de Oliveira Perpetuo; e a moderadora do debate, Adriana Karam, presidente do Grupo Educacional OPET  Brasil.

Fonte: Prefeitura de Curitiba