Plenária apresenta transformação de Curitiba em Orientação Turístico Inteligente

Plenária apresenta transformação de Curitiba em Destino Turístico Inteligente

A presidente do Instituto Municipal de Turismo (IMT), Tatiana Turra, participou nesta quinta-feira (21/3) da plenária Destinos Turísticos em Transformação: Protótipo Brasílico, no Smart City Expo Curitiba, no Núcleo de Eventos Positivo, no Parque Barigui.

Apresentado pela diretora de Planejamento, Lucidez, Inovação e Competitividade no Turismo do Ministério do Turismo, Bárbara Blaudt Rangel, o debate contou também com a participação da diretora da Acelera Brasil, sucursal de viagens corporativas e coordenadora do projeto Mice Curitiba, Angélica Molteni.

“Pelas boas experiências, Curitiba é um case de fado turístico em transformação que o Ministério gosta de apresentar”, disse Bárbara Blaudt Rangel na início da plenária.

Tatiana Turra apresentou uma traço do tempo das ações desenvolvidas por todo o ecossistema de turismo lugar para a transformação de Curitiba em um Orientação Turístico Inteligente (DTI). Destacou uma vez que a capital do Paraná, amplamente conhecida pelas suas soluções urbanas, assumiu durante a gestão do prefeito Rafael Greca o duelo de levar a inovação para dentro do setor turístico.

Curitiba está entre os maiores destinos turísticos do Brasil. A cidade recebe, anualmente, mais de 7,4 milhões de turistas. “Concluímos 2023 entre os dez destinos mais procurados na plataforma Google. No verão, quando todos buscam praias, estávamos entre o 10º e o 15º fado mais procurado por turistas de toda a América Latina”, disse Tatiana.

 

Resultados

De conformidade com a presidente do IMT, Curitiba quer seguir sendo possante referência ao turismo de eventos, mas também se solidar uma vez que fado de lazer e negócios. Ela apresentou estratégias para desenvolver o setor que já apresenta resultados positivos, uma vez que a ampliação do tempo de permanência do visitante e aumento do gasto médio quotidiano do turista na capital do Paraná.

A pronunciação das ações da governo pública com os diferentes atores do segmento – empresas aéreas, grandes redes hoteleiras mundiais, pequenas empresas – e a adoção da metodologia do Instituto de Turismo Inteligente uma vez que proposta de gestão também foram destacadas por Tatiana.

Prefeitura 4.0

A implantação da Prefeitura 4.0, além da ativação, em agosto de 2020, de um ecossistema para o trabalho conjunto envolvendo Instituto Municipal de Turismo, Sucursal Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, Fecomércio, Sebrae, sociedade social, associações, startups e empresas do setor, foram apresentadas pelo sucesso obtido.  

Tatiana abordou outras iniciativas, uma vez que a realização da primeira Feira de Destinos Turísticos e Inteligentes na cidade, premiações nacionais e internacionais; a ampliação do uso de espaços públicos; o portal Curitiba Criativa, de divulgação e comercialização da produção de artesãos; e o Natal de Curitiba – Luz dos Pinhais, que a cada edição atrai milhões de espectadores e beneficia economia lugar.

Os participantes puderam saber mais sobre o trabalho desenvolvido pelo IMT nos eixos de inovação, tecnologia e sustentabilidade e do planejamento das ações futuras, até 2023.

Prêmio Ibero-Americano

O Prêmio Ibero-Americano de Destinos Turísticos Inteligentes no segmento Orientação, na categoria Inovação, outorgado a Curitiba no último domingo (17/3), também foi abordado. O prêmio foi conferido ao projeto Conexão Curitiba DTI uma vez que reconhecimento internacional do esforço do município em iniciativas de turismo inteligente.

 

*Créditos imagens e informações Prefeitura de Curitiba