População pede asfalto novo pelo Fala Curitiba e a Prefeitura atende

População pede asfalto novo pelo Fala Curitiba e a Prefeitura atende

Foi participando da consulta pública Fala Curitiba que a população garantiu para as ruas onde moram, nos últimos sete anos, parte dos mil quilômetros de asfalto implantados pela Prefeitura. As obras do programa de pavimentação criado pelo prefeito Rafael Greca estão por toda a cidade. O Fala Curitiba, lançado em 2017, acontece nos 75 bairros da cidade.

Mais do que o fim do pó e da lama, o asfalto na frente da casa da professora de formação Marilene Carlos da Silva, na Regional Tatuquara, é sinônimo de liberdade e autonomia. A maior beneficiária é sua filha mais velha, Thayana, de 24 anos, que se desloca com a ajuda de uma cadeira de rodas.

“Somos pedestres a maior parte do tempo. Se pra mim é importante, pra minha filha é essencial. Qualquer cadeira não suporta as pedras da antiga rua de saibro. Agora, ela vai sozinha na casa da tia, aqui perto. Estou muito feliz e agradecida”, diz Mari, como é conhecida no Jardim Vivendas Janaína, sobre os 203 metros de pavimento executados na Rua Albino Nowakowski, entre as Ruas Professor Manoel de Oliveira Franco Sobrinho e Estefano Fiala.

A família mora no local, perto da Igreja Nossa Senhora do Rosário, há 18 anos. Veio do Sítio Cercado, conta Mari, para fugir do aluguel. “Nos instalamos num lugar que não tinha outras casas, esgoto ou correio, mas que agora é muito bom”, compara.

Adeus, antipó

A quase 38 quilômetros dali, na Regional Boa Vista, o empresário Mauro Mocelin exalta as vantagens da transformação do antipó constantemente esburacado em asfalto.  Ele mora e tem sua loja de tintas na Rua Dona Branca do Nascimento Miranda, no Pilarzinho. Os 712 metros pavimentados da via, entre as Ruas Tenente Miguel Anselmo da Silva e Roberto Gava, são muito usados pelos motoristas como desvio em dias de espetáculo no complexo Pedreira Paulo Leminski/Ópera de Arame, o que ajudava a deteriorar ainda mais o antigo pavimento.

“Na verdade, nem tinha mais antipó, mesmo com o tapa-buraco da Prefeitura passando constantemente. Nosso pedido era antigo e agora foi atendido: um trabalho adequado, decente, bem executado”, elogia Mauro, que mora no local há 40 anos e participa de ações de alcance comunitário como o Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) e do Fala Curitiba. “O Fala Curitiba é fantástico, uma excelente ferramenta. Vale muito participar”, afirma.

Fonte: Prefeitura de Curitiba