Prefeitura de Curitiba libera novo trecho da Linha Verde Norte na região do Bairro Alto

Prefeitura de Curitiba libera novo trecho da Linha Verde Norte na região do Bairro Alto

Com o avanço nas obras da Linha Verde Norte (Lote 4.1) na região do Bairro Alto, a Prefeitura de Curitiba liberou no fim da manhã desta sexta-feira (24/11) um novo trecho para a passagem dos motoristas. A liberação é na pista marginal norte, sentido São Paulo, no trecho de 340 metros entre o Hospital Vita e o Maxi Atacadista.

A abertura ao trânsito vai melhorar a fluidez na região e assegurar maior segurança e qualidade nos deslocamentos.

Somados ao outro trecho da marginal que havia sido liberado em julho, chega a 720 metros de pista principal de acesso aos motoristas concluídos e abertos ao tráfego, no sentido norte. No outro sentido, sul, foram liberados, no fim de maio, 920 metros de pista marginal, desde a altura do Conjunto Solar até a frente da Churrascaria Nova Estrela.

Há previsão de liberação de um novo trecho ao longo da próxima semana. Mais duas faixas da pista marginal sentido Pinheirinho (Sul) serão abertas, numa extensão de 460 metros, desde a as proximidades do viaduto da Rua Alberico Flores Bueno até a altura de onde fica o Atacadão (localizado no sentido oposto da via). 

“Os trabalhos na Linha Verde têm bom ritmo, os serviços estão avançando e à medida que finalizamos também liberamos estes trechos, tanto para dar fluidez ao trânsito quanto para abrir novas frentes de trabalho”, explica o secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Araújo Rodrigues.

Ritmo das obras

Paralelamente, seguem os serviços de concretagem que estão sendo executados para a implantação da nova Estação Solar do transporte coletivo no Bairro Alto, entre o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e o Conjunto Solar. Também há frentes de trabalho na nova trincheira do Atuba. Neste ponto, as equipes trabalham na pavimentação asfáltica da via marginal direita da trincheira.

Lote 4.1

O Lote 4.1 é o trecho final da Linha Verde e os trabalhos são os mais complexos da intervenção. Incluem as chamadas obras de arte (trincheiras e alças de acesso), terraplanagem, pavimentação, drenagem, paisagismo, sinalização viária, relocação de postes de energia, semaforização e acessibilidade. Também contemplam a infraestrutura para as futuras estações Atuba e Solar. São quase 3 km de trecho, desde a altura do Hospital Vita até a concessionária Mercedes/Savana, e há serviços ao longo de toda a extensão, em diferentes etapas.

Na gestão do prefeito Rafael Greca foram finalizados e colocados em funcionamento os lotes 3.1 da Linha Verde Norte, do Viaduto da Avenida Victor Ferreira do Amaral até as proximidades do Hospital Vita, com extensão aproximada de 2,46 km, e o 3.2, com extensão de 2,8 km, que inclui a trincheira que liga a Rua Fúlvio José Alice, no Bairro Alto, à Rua Amazonas de Souza Azevedo, no Bacacheri. Com as duas entregas, 85% do eixo da Linha Verde que serve ao transporte coletivo foram concluídos.

Fonte: Prefeitura de Curitiba