Projeto Cientistas na Escola atinge a marca de 40 mil estudantes beneficiados em Curitiba

Projeto Cientistas na Escola atinge a marca de 40 mil estudantes beneficiados em Curitiba

Mais de 40 mil estudantes e 400 cientistas envolvidos nos últimos sete anos em atividades sobre biologia, geologia, neurociências, química, células-tronco, paleontologia, conservação de espécies de animais, clima, drones, entre outros temas abordados nas atividades do Cientistas na Escola.

Esse é o saldo do projeto desenvolvido desde 2017 nas escolas municipais de Curitiba, por meio de parceria entre a Secretaria Municipal da Educação e as universidades, com o objetivo de popularizar a Ciência e o trabalho de cientistas.

Nesta quarta-feira (13/12), foi realizado o encerramento das atividades do ano, quando os participantes recebem certificados do projeto.

A secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, explicou que o projeto permite que o conhecimento científico seja acessível ao Ensino Fundamental.

“O cientista parece algo distante, quase impossível. Mas graças a este projeto eles se aproximam das crianças e entram na escola, levando suas pesquisas e projetos ao alcance de todos. Além disso, desmistifica a profissão e desperta nos estudantes o interessa por carreiras na pesquisa”, comenta a secretária.

Para a cientista Cristina Silveira Vega, do Departamento de Geologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR), o projeto se destaca por despertar nas crianças o interesse pela pesquisa científica.

“Poder levar o trabalho da academia para o público infantil, de maneira simples, é muito gratificante”, avalia Cristina.

Como funciona?

Todos os anos, as escolas recebem convites para divulgar o projeto entre os professores que atuam com Ciências ou com as práticas de Ciência e Tecnologias. Os professores interessados se inscrevem e os encontros com os estudantes são agendados.

As universidades parcerias são UFPR, UTFPR, PUC-PR, Instituto Pelé, Faculdades Pequeno Príncipe, Tecpar e Fiocruz.

Fonte: Prefeitura de Curitiba