Roberto de Regina recebe concerto virtuoso do Coro da Camerata no Rio de Janeiro

Roberto de Regina recebe concerto virtuoso do Coro da Camerata no Rio de Janeiro

 

O Coro da Camerata Antiqua de Curitiba escreveu mais um episódio importante de sua história. A turnê fluminense realizada nesta semana no Rio e em Niterói reuniu cerca de 500 pessoas em concertos com memórias do passado e celebrações do presente com olhos para o futuro.

Em comemoração aos 95 anos de seu fundador e maestro emérito, Roberto de Regina, a turnê foi encerrada nesta quinta-feira (21/7), com a presença do homenageado, em um dos melhores espaços de concertos do país, a Sala Cecília Meireles, no Rio de Janeiro.

No palco, Roberto de Regina recebeu os aplausos pelo trabalho cultural realizado no país.

“O concerto foi magnífico, um grupo virtuoso que se tornou uma referência nacional, não entendo a homenagem, quem merece é a Camerata”, brincou Roberto.

Seu visionário olhar foi comentado pela presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro, que o presenteou em nome da cidade com uma gravura da artista curitibana Denise Roman. A imagem da obra são símbolos de Curitiba, a Igreja da Ordem e o Teatro do Paiol, espaços que receberam a Camerata no início de sua história.  

“O concerto foi uma viagem no tempo, ao mesmo tempo em que homenageamos esse brilhante maestro reconhecido pelo pioneirismo na música barroca do Brasil, revivemos a história da Camerata Antiqua e sua excelência musical”, disse emocionada a presidente.

A plateia formada por importantes artistas elevou o significado da homenagem.

“Tenho lembranças de quando a Camerata estava no início e fizemos muita coisa juntos, a música trouxe de volta lembranças de 40 anos atrás. Foi um grande prazer poder apreciar tão boa música”, disse a produtora de arte clássica presidente da Dell’Arte, Myrian Dauelsberg. 

A história de Roberto de Regina também foi comentada por Janete Andrade, coordenadora de música do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (Icac), que entregou miniaturas de vagões ao maestro, que irão completar a sua coleção. “Das muitas lições que Roberto nos deu, uma delas é o interesse pela vida. O seu olhar divertido e animado para as pequenas coisas nos fazem até hoje querer ver o mundo dessa forma”, disse.

O compositor e diretor da Sala Cecília Meireles e ex-presidente da Academia Brasileira de Música, João Guilherme Ripper, também considerou a homenagem especial. “Não só pela presença desse grande artista, mas pelo virtuoso trabalho do Coro da Camerata. Quem consagra a Sala são esses maravilhosos músicos que fazem dela um espaço digno.”

A turnê 

Foram quatro apresentações do programa que contou com obras que marcaram a trajetória de Roberto de Regina, em especial músicas renascentistas, regidas pela maestrina Mara Campos.

A primeira apresentação foi em Niterói, no Teatro da Universidade Federal Fluminense (UFF) nesta quarta-feira (20/7), para cerca de 200 pessoas. O repertório executado teve ordem cronológica, passou da música barroca à contemporânea.

O coordenador do Centro Cultural da UFF, Robson Leitão, abriu a apresentação comentando a importância de a turnê passar pela cidade. Também estiveram no concerto admiradores e colegas que trabalharam com o maestro em outros momentos.

“Curitiba passa pela minha formação, trabalhei com alguns integrantes e é uma satisfação vê-los aqui. O coro é lindo e uma referência para todos nós, uma escola que temos orgulho assistir”, afirmou Nerisa Aldrighi, violoncelista e diretora pedagógica do Conservatório de Música de Niterói.

Orquestra de Câmara de Curitiba

Neste fim de semana será a vez da Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba brilhar em São Paulo. Com direção musical de Fernando Cordella, será apresentada a Música Aquática de Händel, uma das obras orquestrais mais representativas do compositor barroco Georg Friedrich Händel (1685-1759).

Os concertos acontecem no sábado (23/7), às 16h, no Parque Capivari, em Campos de Jordão, e no domingo (24/7), às 11h, na Sala São Paulo, na capital paulista.

 

Serviço: Orquestra de Câmara Cidade de Curitiba

Música Aquática de Georg Friedrich Händel

Sábado (23/7), às 16h

Parque Capivari (Rua Eng. Diogo José de Carvalho, 1291 – Capivari, Campos do Jordão)

Domingo (24/7), às 11h

Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes, 16 – Campos Elíseos, São Paulo)

 

Fonte: Prefeitura de Curitiba