Rosto da Cidade, #CuritibaSuaLinda e Farol do Saber são destaques em conferência da Unesco

 

Acessibilidade, inclusão, sustentabilidade, design e economia criativa são alguns dos pilares curitibanos apresentados na XV Conferência Anual da Rede de Cidades Criativas da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), em Santos (SP). Primeira cidade brasileira a integrar a Rede de Cidades Criativas, Curitiba participa do evento até sexta-feira (22/7) e apresenta projetos alinhados com as prioridades da organização internacional.

A abertura oficial da Expo Brazilian Creative Cities, que acontece simultaneamente à conferência, foi nesta terça-feira (19/7), e destacou a importância da colaboração entre municípios. Até sexta-feira, Curitiba tem a oportunidade de expor os motivos pelos quais é um polo de inovação consciente.

“Mais do que discutir e debater ideias, estamos reunidos aqui para desenvolver soluções para as novas problemáticas contemporâneas,” afirmou Ernesto Ottone, diretor-geral adjunto para Cultura da Unesco. 

 

Criatividade, caminho para a igualdade

A edição deste ano marca o retorno presencial do evento e tem como fio condutor “Criatividade, caminho para a igualdade”. Curitiba tem a oportunidade de mostrar às outras cidades da rede projetos e experiências relacionados ao design e à economia criativa.

Entre as peças levadas para representar a capital, destacam-se criações de empresas como a Boulle, instalada em Santa Felicidade. Desde 2000, a Boulle cria móveis com madeira sustentável, de reaproveitamento.

No setor de acessibilidade e inclusão, outra peça apresentada foi a Confete, uma capa para próteses de perna criada pelos jovens inovadores do estúdio Furf Design. Feito com poliuretano, o produto da Furf já venceu vários importantes prêmios mundiais de inovação e design.

A capital também participará dos seis painéis do evento, nesta quinta-feira (21/7), apresentando projetos públicos que estimulam o desenvolvimento sustentável e a inovação, como a Fazenda Urbana, o Rosto da Cidade, a rede de lojas #CuritibaSuaLinda e os Faróis do Saber.

“A conferência abre novas possibilidades de aprendizado e intercâmbio com outras cidades da Rede de Cidades Criativas. Durante a semana, também teremos reuniões para compartilhar experiências de Curitiba que podem ser replicadas mundo afora”, afirma Guilherme Zuchetti, da Assessoria de Relações Internacionais, presidente do Comitê Gestor do Selo Curitiba Cidade do Design e ponto focal de Curitiba na rede.

A Conferência

A conferência recebe delegados de quase 300 cidades representando por volta de 90 países, uma verdadeira vitrine para a inovação e a criatividade. Os participantes têm a oportunidade de trocar pontos de vista, experiências e iniciativas para a criação de condições favoráveis a cidades mais inclusivas e iguais, de acordo com as prioridades globais da Unesco.

A Rede de Cidades Criativas é um programa de cidades emblemáticas da Unesco lançado em 2004 para promover a cooperação entre cidades que reconhecem a cultura e a criatividade como fatores estratégicos para o desenvolvimento urbano sustentável.

Fonte: Prefeitura de Curitiba