Servidores têm esclarecimentos sobre assédio sexual no ambiente de trabalho

Servidores têm esclarecimentos sobre assédio sexual no ambiente de trabalho

 

Informações, dúvidas e esclarecimentos sobre assédio sexual no ambiente de trabalho foram apresentados em reunião da Procuradoria-Geral do Município (PGM) com os dez Núcleos Regionais da Secretaria Municipal da Educação, nesta quarta-feira (10/8).

O encontro, na Secretaria Municipal da Educação, reuniu o presidente da Comissão Permanente de Sindicância da PGM, José Carlos Nascimento, a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, a superintendente de Gestão Educacional, Andressa Pereira, e os chefes dos núcleos regionais.

Além da conversa sobre o tema, o procurador trouxe materiais de divulgação para serem utilizados nas unidades escolares e recomendou que sejam afixados em locais bem visíveis.

“A atenção a este tema tem que ser constante não somente entre servidores, mas inclusive em relação a funcionários terceirizados”, pontuou o procurador.

O programa Assédio Sexual Não Pode Fazer Parte do Trabalho foi lançado no ano passado. Desde março estão sendo realizadas capacitações em todas as administrações regionais de Curitiba, com orientações e palestras. 

Além de detalhar o fluxo de acolhimento, a capacitação esclarece o conceito do assédio sexual, traz dicas práticas para combater o assédio, como prevenir e de que maneira é possível intervir neste tipo de situação. 

“Precisamos deixar claro que o assédio sexual pode acontecer por meio de comportamentos abusivos, como comentários pessoais ou íntimos, toques inapropriados, constrangimento, propostas de encontros, piadas e outras violências”, diz Nascimento.

Ele destacou que é fundamental conhecer as condutas que configuram assédio para evitar essa prática no trabalho. “Muito importante também que as pessoas saibam que têm um canal de acolhimento e orientação”, disse José Carlos. 

A secretária da Educação frisou o empenho da pasta na campanha. “Temos que enfrentar e buscar que esses casos cheguem a zero”, comentou Maria Sílvia.

O programa

Lançado em novembro de 2021 pelo prefeito Rafael Greca, o programa de prevenção e combate ao assédio sexual no ambiente de trabalho é de iniciativa da PGM, por meio da Comissão de Sindicância, em parceria com a Secretaria de Administração, Gestão de Pessoal e Tecnologia da Informação (Smap), o Instituto Municipal de Administração Pública (Imap) e a Secretaria Municipal da Comunicação Social. 

Veja como fazer a comunicação para acolhimento e orientações, com garantia de sigilo:

– Número de celular com WhatsApp (41) 99597-5610

– E-mail assediofaleconosco@curitiba.pr.gov.br. O atendimento é feito pelo Departamento de Saúde Ocupacional da Secretaria Municipal de Administração e de Gestão de Pessoal

 

Fonte: Prefeitura de Curitiba