Setran instala novo semáforo para prevenção de acidentes

Setran instala novo semáforo para prevenção de acidentes

Pedestres e motoristas agora poderão andar com segurança no bairro Bacacheri com a instalação de um novo semáforo no cruzamento das ruas México com Temístocles de Souza Brasil. Os equipamentos foram colocados por equipes da Superintendência de Trânsito (Setran) e atendem solicitações dos moradores, que enfrentavam dificuldades para transitar pela região.

“Nosso monitoramento do trânsito é diário. Recebemos diversas demandas de moradores e também da Câmara de Vereadores. Tudo é analisado por nossas equipes técnicas”, explica a superintendente de trânsito Rosangela Battistella. 

A professora de jiu-jitsu Gabina Gómez está com boas expectativas em relação à instalação do semáforo. “As pessoas não se respeitavam no cruzamento. Agora, esperamos que cada um respeite e que os acidentes não aconteçam mais”, comentou Gabina.

A demanda para a instalação do semáforo atendida pela Prefeitura havia sido feita pela população devido aos acidentes constantes na região. Com o novo equipamento, a segurança do local foi aumentada.

“Já tínhamos visto muitos acidentes graves; semanalmente aconteciam acidentes aqui, inclusive com situações de mais de um no mesmo dia. Espero que melhore, que os acidentes parem”, falou Gustavo Henrique Dantas, também professor de jiu-jitsu.

A região já era sinalizada com uma placa de Pare, mas, segundo os moradores, não foi suficiente para coibir os acidentes.

“Os motoristas ficavam em dúvida de quem era a preferência, apesar da sinalização; a grande maioria dos acidentes era por furar a preferencial”, disse Cintia Franciane Vieira, funcionária de um estúdio de pilates na região.

A placa de “Pare” foi removida para a instalação do semáforo. Agentes de trânsito da Setran estão no local para auxiliar os motoristas e pedestres com a nova realidade do cruzamento.

Intervenções

Intervenções como essa no trânsito da cidade são sempre precedidas por estudos técnicos que analisam o fluxo de veículos, pedestres e o impacto no tráfego. Essas análises se baseiam no monitoramento realizado pela Superintendência de Trânsito, bem como nas solicitações recebidas pela Central 156 de Atendimento ao Cidadão, Fala Curitiba e outros canais da Prefeitura

Curitiba tem mais de 1,2 mil cruzamentos semaforizados, dos quais 92% estão interligados ao Centro de Controle de Operações (CCO). O espaço faz o monitoramento em tempo real, com câmeras do fluxo de veículos. 

Pelo CCO é possível alterar tempos de abertura e fechamento dos semáforos, quando necessário, e também detectar em poucos minutos falhas nos equipamentos. Na maioria dos casos, os reparos podem ser feitos de forma remota.

.

Fonte: Prefeitura de Curitiba