Utag conduz três grandes contratos de financiamento internacional em Curitiba

Utag conduz três grandes contratos de financiamento internacional em Curitiba

A Unidade Técnico Administrativa de Gerenciamento (Utag) é área da administração pública que faz a gestão dos contratos de financiamento dos programas multilaterais do município. Curitiba tem hoje três financiamentos em execução, que somam mais de R$ 1,5 bilhão em recursos.

O Programa de Mobilidade Urbana Sustentável reúne os financiamentos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com recursos de U$ 106,7 milhões, para melhoria do itinerário e da operação do Inter 2/Interbairros II, e também o contrato de U$ 75 milhões com o New Development Bank (NDB), para revitalização do eixo Leste-Oeste e implantação do BRT entre Pinhais e CIC Norte.

Além dos contratos de mobilidade, Curitiba tem ainda o financiamento de €$ 38,1 milhões da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) para a reurbanização e a construção do Bairro Novo do Caximba, no extremo Sul da cidade.

O ano de 2023 foi marcado pela publicação de processos licitatórios dos três programas, dando sequência à execução dos contratos. “Nossa responsabilidade inclui a gestão dos prazos de financiamento e tivemos o desafio de colocar diferentes editais na praça para a contratação de obras, inovações e consultorias”, explica o coordenador geral da Utag, Marcio Teixeira.

Bairro Novo da Caximba

As licitações das fases 3 e 4 do Bairro Novo da Caximba completaram a contratação das obras para as unidades habitacionais do maior projeto socio ambiental em execução no país. Já estão sendo construídas mais de 800 novas residências, além da reforma da Escola Municipal Joana Raksa.

Nos próximos meses, serão licitadas as fases finais das obras de Reurbanização, o parque linear e o dique para macrodrenagem da área de preservação ambiental.  

Inter 2 e BRT Leste-Oeste

O Programa de Mobilidade Urbana Sustentável de Curitiba avançou com as licitações das obras dos financiamentos do BID, para o Inter 2, e do NDB, para o BRT Leste-Oeste.

A cada início de obra, foram realizadas reuniões públicas com as comunidades diretamente atingidas para esclarecimentos sobre rotinas das empreiteiras, fluxos de comunicação, impactos no trânsito, itinerários de ônibus em acessos aos imóveis do entorno da intervenção e, também, os benefícios depois da conclusão.

Os eventos são articulados pela Utag, com o apoio das administrações regionais.

Missões de desempenho

Os projetos estruturantes que o município executa têm financiamentos de diferentes instituições multilaterais.

O BID (Inter 2), o NDB (BRT Leste-Oeste) e a AFD (Bairro Novo da Caximba) realizam missões de acompanhamento de desempenho a cada seis meses para verificar o andamento dos programas, a qualidade das execuções, os impactos sociais e ambientais nas comunidades afetadas.

Em 2023, os enfoques das missões foram nas áreas social e ambiental. Curitiba é referência internacional nas metodologias de monitoramento ambiental e agora desenvolve método semelhante para acompanhar a qualidade das obras executadas.   

Reuniões de partida

Nas reuniões de partida, as empresas contratadas são orientadas e conhecem detalhes e peculiaridades de cada lote de obra. Antes do início das atividades, a comunidade também recebe as informações do plano de ataque da empreiteira, aumentando o canal de comunicação com a Prefeitura para o monitoramento da execução e o controle de qualidade.

Em 2023, foram realizadas reuniões para os projetos do BRT Leste-Oeste, Inter 2 e Bairro Novo da Caximba.

Faz parte da atuação da Utag ser a ponte entre o agente financiador, a administração pública, a comunidade e as empresas executoras, a fim de que as obrigações contratuais sejam cumpridas, garantindo boa qualificação do município para novos financiamentos.

 

Fonte: Prefeitura de Curitiba